O presidenciável Jair Bolsonaro e sua entrevista na Band

Autor: 2 Comentários Compartilhar:

Seguindo a sequência de entrevistas com os possíveis presidenciáveis, o programa Canal Livre da Band entrevistou o Deputado Federal Jair Bolsonaro. Os jornalistas Fernando Mitre, Julia Duailibi, Monica Bergamo e Sergio Amaral fizeram várias perguntas sobre assuntos como: reforma da previdência, segurança pública, impostos, entre outros.

O debate foi marcado por muita intensidade, por vezes, os próprios jornalistas se atropelavam em suas perguntas.

Confira algumas respostas do Deputado:

Reforma da previdência

Bolsonaro disse que não apoia alteração no que tange os militares, caso ocorra, eles deverão ter os mesmos direitos. No geral, ele não apoia a reforma proposta por Temer e diz está estudando uma nova.

Segurança pública

Falou do apoio a policia, a questão da liberação do armamento ao cidadão de bem e deixou claro que em um possível governo seu, marginal não terá direito algum, disse: “cadeia não serve para ressocializar, serve para retirar o bandido da sociedade”.

Impostos

Questionado quanto a política de criação de impostos Bolsonaro afirmou: “Ou funde ou acaba” discurso forte contra a criação de novos impostos citando Crivella e João Doria que criaram e aumentaram impostos em suas gestões.

Igualdade

”Não importa se é homem ou mulher, alto ou baixo, homossexual ou hétero, meus ministros serão escolhidos por competência.”

A entrevista com Jair Bolsonaro bombou em audiência. Rendeu 2.1 de média e 3.3 de pico, maior audiência desde 30/10/2016, quando houve o debate sobre o voto obrigatório.

Post anterior

Pedagoga é assassinada após ser feita de escudo humano em Pernambuco

Próximo post

O legado mentiroso de Barack Obama está caindo aos pedaços

Você pode gostar também:

2 Comentários

  1. Na minha opinião Bolsonaro deu uma lavada nesses “jornalistas”.
    Só lhes restou ressuscitar frases do século passado ditas por ele com a intenção de manchar sua imagem.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.