Redes Sociais

Eleições

Ciro não apresentou projeto e faltou quase metade do mandato como deputado

Isaías Aguiar

Publicado

em

Imagem: Reprodução

Ciro Gomes (PDT)  concorrerá mais uma vez à Presidência da República. É a terceira vez que o ex-governador tenta chegar ao poder mais alto do país.  Ciro defende fielmente o ex-presidente Lula e é muito polêmico no meio político.

Ciro não poupa críticas ao falar do Congresso Nacional, mas quando passou pelo congresso entre 2007 e 2011 como deputado federal pelo (PSB), não apresentou nenhum projeto de lei ou proposta de ementa constitucional, ignorando quase todas as reuniões das comissões e faltando quase metade das sessões em plenário.

Nesse período como deputado, Ciro registrou presença em 224 dos 412 dias com sessões de votação. Ou seja, apenas 54,4%.

Neste contexto, 147 das faltas (35,7%) foram justificadas, mas 41 (10%) ele não deu satisfação. Sendo assim, naquela legislatura, Ciro ficou entre os dez parlamentares mais faltosos.

Seu nome também esteve envolvido duas vezes à “farra das passagens”, esquema que revelou o uso irregular de verba pública para bancar voos de familiares e amigos para o Brasil e o exterior.

Informações: Congresso em Foco

Mineiro, Administrador de Empresas, cristão e conservador.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites