Redes Sociais

Coluna

Parlamentares conservadores, só hashtag não adianta; vocês precisam restabelecer as liberdades individuais no Brasil

Guilherme L. Campos

Publicado

em

Agência Brasil

Não é hora para deputados e senadores conservadores — ou que ainda se escondem por trás dessa máscara — dedicarem tanto tempo em hashtags no Twitter.

Sabemos do incômodo que a pressão virtual gera nos poderosos, mas isso a população brasileira faz diariamente e de forma espontânea nas redes sociais — não é necessário mandato para isso.

Agradecemos a iniciativa mas vocês têm uma obrigação maior com o país neste momento.

Com o avanço das medidas autoritárias e ilegais por parte do Supremo Tribunal Federal, deputados federais e senadores devem atuar por meio da influência e cargo que ocupam para restabelecer as liberdades individuais no Brasil de modo efetivo e não mais simbólico. De forma democrática e legal, mas não frouxa e leniente.

Pois enquanto o STF segue usando uma instituição séria como a Polícia Federal para bater na porta de jornalistas, humoristas, youtubers, apreendendo seus pertences pessoais e profissionais, alguns políticos que dizem ser conservadores e entusiastas da liberdade estão se dedicando mais na confecção de tuítes de repúdio, em sarcasmos, em frases de terceiros, em puxar hashtags do que em ações efetivas para frear abusos contra cidadãos até pouco tempo livres.

É para puxar hashtag que serve um parlamentar uma hora dessa?

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Católico, Conservador, Correspondente Internacional, Observador Político e criador do 'The Right Talking'. Atualmente vive no estado da Pensilvânia, Estados Unidos.

alan correa criação de sites