Redes Sociais

Coluna

Conservadores: leiam este texto antes que seja tarde demais

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Reprodução

Parler, a alternativa de liberdade de expressão ao Twitter, fundada pelo CEO John Matze em 2018, explodiu no cenário da mídia social nos últimos dias.

Internautas do mundo inteiro estão insatisfeitos com a ordem de censura contra conservadores e demais usuários que não seguem o exemplo do ‘politicamente correto’.

Com isso, a rede social Parler tornou-se uma verdadeira janela aberta para quem quer uma rede social contra censura.

Pela primeira vez, aparentemente, desde que toda a guerra de censura foi travada contra os conservadores, uma verdadeira onda conservadora tem entendido a necessidade de levantar a bandeira de uma nova rede social.

Perceba: os alvos dessas medidas de censura não estão se voltando para o governo por uma intervenção nas plataformas virtuais, a exemplo do que faz a esquerda.

Na verdade, essas pessoas estão exercitando a livre escolha e se mudando para um mercado diferente.

Parler, até o momento, é a melhor oportunidade que os conservadores possuem para derrubar os inimigos da liberdade nas mídias sociais.

A plataforma da rede Parler aumentou nos últimos dias de 300 mil para mais de 1,5 milhão e agora conta com a participação do senador americano Ted Cruz, além de Jim Jordan, Devin Nunes e Elise Stefanik, ex-embaixadora dos EUA nos Estados Unidos.

Eric e Lara Trump, filho e nora do presidente também aderiram a rede social.

O senador Rand Paul e o gerente de campanha de Trump, Brad Parscale, migraram para a plataforma recentemente.

As eleições 2020 estão chegando. Ou os conservadores aderem um ambiente seguro para compartilhar livremente suas opiniões e ideias, ou serão massacrados pelas redes que apenas desejam implantar a censura para favorecer o establishment.

Crie agora sua conta no Parler e siga o Conexão Política!

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

alan correa criação de sites