Redes Sociais

Brasil

“Uma conversa conserta tudo”, diz Paulo Guedes sobre decisão de Bolsonaro de intervir na Petrobrás

Matheus F. Romero

Publicado

em

O ministro da Economia, Paulo Guedes (Imagem: Wilson Dias/Agência Brasil)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse neste sábado (13) ainda não ter conversado com o presidente Jair Bolsonaro sobre a decisão de impedir a alta do diesel pela Petrobras.

Saindo de reunião com autoridades do FMI (Fundo Monetário Internacional), o ministro enfatizou que “é evidente que aparentemente já houve um efeito ruim”.

“O presidente já disse para vocês que ele não é especialista em economia. Então é possível que alguma coisa tenha acontecido lá. Ele ao mesmo tempo é preocupado com efeitos políticos. Estavam falando em greve dos caminhoneiros, esse tipo de coisa”, afirmou aos jornalistas.

O ministro ainda disse que é possível “consertar” quando Bolsonaro “fizer alguma coisa que não seja muito razoável”.

“Acho que o presidente tem muitas virtudes, fez muita coisa acertada e ele já disse que não conhece muito a economia. Então, se ele eventualmente fizer alguma coisa que não seja muito razoável, tenho certeza que nós conseguimos consertar. Uma conversa conserta tudo”, afirmou Guedes.

Na noite desta quinta-feira (11), a Petrobrás desistiu do aumento no preço do diesel, que havia sido anunciado mais cedo, após determinação do presidente Jair Bolsonaro, sem consultar a equipe econômica.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Estudante, músico e defensor da liberdade.

Publicidade
2 Comentários

2 Comments

  1. Domingos P.Lopes

    14.04.2019 at 23:39

    Quando o presidente Bolsonaro utiliza das suas prerrogativas, interrompendo um aumento de combustível que poderia desencadear algo perigoso para o país, muitos que se acham “inteligentes”, “astutos” ou “estrategistas de visão ampla” aparecem magoadinhos, ressentidos e bradando com fúria contra uma atitude prudente do presidente. Lamentável. Não passam de moleques fingindo que são homens.

  2. Pedro Rocha

    14.04.2019 at 15:32

    O estrago já foi feito.

    O Governo Bolsonaro tem erros e acertos, mas de longe essa foi o mais grave dos erros, pois jogou na lata do lixo a credibilidade internacional que o próprio Governo tenta reestabelecer a um alto preço.

    Não é por ser patriota, eleitor e apoiador do Governo Bolsonaro que vou fazer vista grossa para um erro colossal como esse. E são desses erros que temos que tirar aprendizado para escolhermos representantes melhores a cada eleição.

    A direita elegeu Bolsonaro na falta de algo melhor, ao mesmo tempo que se deixou enganar por muitos aproveitadores. Abramos os olhos para fazermos melhor em 2020 e em 2022.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites