Redes Sociais

Brasil

Soltura de chefão do PCC em SP gera revolta na internet; decisão partiu de Marco Aurélio, do STF

Redação

Publicado

em

Agência Brasil

O traficante André Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap, foi solto da Penitenciária de Presidente Venceslau (SP) na manhã deste sábado (10).

André é um dos chefes do PCC, facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios de São Paulo.

Ele saiu da prisão graças a um habeas corpus concedido pelo ministro Marco Aurélio Mello, do STF.

No entendimento do ministro, o traficante estava preso há muito tempo provisoriamente, uma vez que o parágrafo único do artigo 316 do Código Processo Penal impõe a necessidade de revisar, a cada 90 dias, a manutenção ou não daquela medida restritiva de liberdade.

E de acordo com Marco Aurélio, essa revisão não ocorreu no caso de André do Rap.

“Advirtam-no da necessidade de permanecer em residência indicada ao Juízo, atendendo aos chamados judiciais, de informar possível transferência e de adotar a postura que se aguarda do cidadão integrado à sociedade”, relatou o ministro.

A atitude Marco Aurélio gerou forte repercussão na Internet.

Em forma repúdio, internautas subiram hashtags no Twitter tecendo fortes críticas à decisão do ministro.

Termos contrários à soltura chegaram a liderar entre os assuntos mais comentados no Brasil.

Conexão Política é um jornal digital inteiramente compromissado com a cobertura e análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | [email protected]