Redes Sociais

Brasil

Secretários de Saúde pedem toque de recolher nacional de 20h às 6h e fechamento de praias

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Fusion Medical Animation | UnSplash

Secretários estaduais de Saúde, nesta segunda-feira (1º), defenderam a ampliação de medidas de restrição contra a Covid-19 no Brasil.

O objetivo, segundo eles, é conter o avanço do coronavírus, além de evitar uma sobrecarga no sistema público de saúde.

No texto, as autoridades pedem o fechamento de bares, praias, incluindo instalação de barreiras sanitárias nacionais e internacionais. A medida é tão severa ao ponto de sugerirem “fechamento dos aeroportos e do transporte interestadual”.

Em nota, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) defendeu o toque de recolher em todo o país das 20h às 6h, incluindo finais de semana.

Sobre o tão criticado lockdown, que vem gerando uma onda de manifestações pelo país — principalmente da classe de empresários e comerciantes — o CONASS sugeriu que o protocolo seja efetivado em regiões com mais de 85% de ocupação de leitos.

A suspensão das atividades presenciais em todos os níveis da educação também foi colocada em pauta.

Segundo o órgão, o advento de novas cepas e a “ausência de uma condução nacional unificada” de combate à pandemia resultaram em uma situação ainda mais delicada e com a necessidade de intervenções ainda mais específicas.

“Entendemos que o conjunto de medidas propostas somente poderá ser executado pelos governadores e prefeitos se for estabelecido no Brasil um ‘Pacto Nacional pela Vida’ que reúna todos os Poderes, a sociedade civil, representantes da indústria e do comércio, das grandes instituições religiosas e acadêmicas do país”, diz o documento.

Jornalista, professor e comentarista político. Cobre os bastidores de Brasília no Conexão Política.