Redes Sociais

Brasil

Saiba mais sobre o acordo assinado para a instalação do Parque Tecnológico Agropecuário

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Marcelo Camargo | Agência Brasil

A Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) assinaram uma carta de intenções para a instalação do Parque Tecnológico Agropecuário no Pelotas Parque Tecnológico, localizado estado no Rio Grande do Sul.

A proposta, segundo o governo federal, visa expandir o desenvolvimento do conhecimento científico e tecnológico para constituição de empresas inovadoras, além de reforçar a instalação de incubadoras para o setor do agro.

Um dos principais objetivos é inserir alunos da universidade no mercado de trabalho e transferir tecnologias desenvolvidas pelas duas instituições parceiras para o setor produtivo do agronegócio.

“O Parque Tecnológico Agropecuário terá como público-alvo os empreendedores e empresas que demonstrem efetivo potencial para absorver e desenvolver conhecimento científico e tecnológico e que queiram constituir empresas inovadoras e/ou inserir inovações no meio produtivo ligado à cadeia produtiva do agronegócio”, diz uma nota oficial.

Segundo o chefe-adjunto de Transferência de Tecnologias da Embrapa, Enilton Fick Coutinho, a ideia é “unir esforços para qualificar os ativos tecnológicos oriundos da área de Biotecnologia Agronômica, considerada uma iniciativa inovadora na região e no país”.

Além disso, a instalação “proporcionará o acompanhamento de etapas que requerem atenção como a pós-liberação dos ativos tecnológicos junto ao mercado”, acrescentou Fick Coutinho.

Jornalista, professor e comentarista político. Cobre os bastidores de Brasília no Conexão Política.