Redes Sociais

Brasil

Rodrigo Maia diz que proibição de aborto em caso de estupro ‘não passará na Câmara’

Davy Albuquerque

Publicado

em

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez uma publicação no seu Facebook dizendo que a proibição de aborto em caso de estupro “não vai passar” na Casa.

Reprodução da página do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, no Facebook (Foto: Reprodução/Facebook)


Uma comissão especial da Câmara aprovou o texto-base do projeto que prevê incluir na Constituição a garantia do direito à vida desde a concepção, proibindo qualquer forma de aborto, inclusive em caso de estupro.

Questionado sobre o assunto, Maia disse que ‘é preciso analisar juridicamente a redação final do projeto que for aprovado na comissão’. Segundo ele, ‘o projeto tem que ter exceções para o aborto’.


Atualmente, no Brasil, a prática do aborto não é penalizada quando a gravidez é resultado de um estupro, caso haja risco para a vida da mulher e no caso de feto anencéfalo.
A Câmara passou a discutir o assunto após o Supremo Tribunal Federal (STF) considerar que a interrupção da gravidez até o terceiro mês não pode ser configurado como crime.

Colunista político e editor-chefe do Conexão Política; Fundador do Movimento Brasil Conservador. Brasileiro com orgulho, cristão por convicção, política por vocação.

Publicidade
Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites