Redes Sociais

Rio de Janeiro

Juiz nega prisão domiciliar para Jorge Picciani e Edson Albertassi

Davy Albuquerque

Publicado

em

Nesta quinta-feira (1), o juiz federal Flavio Lucas negou os recursos das defesas que solicitavam a prisão domiciliar aos deputados estaduais Jorge Picciani e Edson Albertassi. O juiz Flavio está convocado para o TRF-2, substituindo o relator do processo referente à Operação cadeia Velha, durante as férias do titular.

Em parecer, o Ministério Público Federal (MPF) manifestou que a libertação pleiteada por Albertassi, preso em novembro, colocaria em risco a ordem pública e a aplicação da lei penal. Os procuradores argumentaram que, se for solto, Albertassi “não medirá esforços para dificultar a aplicação da lei penal e dar prosseguimento aos delitos comumente praticados”.

Na decisão, o magistrado também atendeu o pedido do MPF e ordenou que fossem remetidos ao vice-procurador geral da República depoimentos prestados pelos conselheiros substitutos do TCE-RJ: Andrea Siqueira Martins, Marcelo Verdini e Rodrigo Melo do Nascimento. O MPF pretende que seja apurada possível prática ilícita do governador do Rio de Janeiro, Fernando Pezão, na nomeação de conselheiros do TCE.

Nasci no estado do Rio de Janeiro. Sou brasileiro com orgulho, cristão por convicção e política por vocação. Colunista político do Conexão Política.