Redes Sociais

Brasil

Raquel Dodge diz ao Supremo que Lula não pode conceder entrevistas na prisão

A procuradora-geral da República assegurou que Lula não é um comentarista político, mas um presidiário.

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Tomaz Silva | Agência Brasil

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou parecer hoje (19) ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o pedido feito pelos jornalistas Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, e Florestan Fernandes para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva conceda entrevistas dentro da prisão.

No parecer, a procuradora defendeu a liberdade de expressão e de imprensa, mas ressaltou que, em algumas situações, há a possibilidade de proibir que presos concedam entrevistas.

 Para Dodge, entre as finalidades da condenação de presos está o objetivo de cumprimento da pena ‘com discrição e sobriedade’.

“O fato é que ele [Lula] é um detento em pleno cumprimento de pena e não um comentarista de política”, disse a procuradora.

“Conclui-se que a proibição de que Luiz Inácio Lula da Silva conceda entrevistas em áudio e/ou vídeo, apesar de ser restritiva da sua liberdade de expressão, é medida proporcional e adequada a garantir que as finalidades da pena a ele imposta sejam concretizadas, sendo, portanto, compatível com a ordem jurídica do país”, disse.

No início do mês, uma guerra de decisões liminares sobre os pedidos terminou com a decisão do presidente do STF, Dias Toffoli, que impediu a concessão das entrevistas.

Desde 7 de abril, Lula cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão em Curitiba, imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá (SP).

Com informações, Agência Brasil


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho. Brasil acima de tudo!

Publicidade
4 Comentários

4 Comments

  1. Avatar

    Fafah Reis

    22.04.2019 at 15:56

    Continuo achando que essa notícia foi publicada em 19.10.2018 e as redes sociais ressuscitaram, Vejam esse trecho:

    “Desde 7 de abril, Lula cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão em Curitiba, imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá (SP).”

    Eu pergunto: Desde 7 de abril? de que ano?
    Gostaria muito que fosse recente, mas quando a esmola é grande demais, o cego desconfia.

  2. Avatar

    adrianodsb

    22.04.2019 at 15:38

    Ta querendo aparecer bem na fita, soltando afagos, pensando que vai com isso garantir a renovação do mandato na PGR.

    Num vai não!

  3. Avatar

    nei erling

    22.04.2019 at 15:12

    Até o mendigo da minha rua que é analfabeto sabe que presidiário não pode dar entrevista, ainda mais politica.
    Ao que eu sei, preso só pode falar diante do Juiz… mas para os deuses do olimpo do STF, parece que vale tudo…
    Aí, tem boi na linha….. porque concederam essa autorização…
    Precisamos ficar de olho nessa turma da capa preta.

  4. Avatar

    Tereza da Luz Rodrigues

    22.04.2019 at 14:56

    Pela bagunça que os Ministros Toffoli e Morais estão fazendo no STF, eu concordo totalmente com o jurista Modesto Carvalhosa, os dois deveriam já estar presos e a meu ver destituídos também.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites