Redes Sociais

Brasil

PSOL reúne advogadas para rastrear e denunciar publicações contra Marielle nas redes sociais

Redação

Publicado

em

PSOL reúne advogadas para rastrear e denunciar publicações contra Marielle nas redes sociais 19
Imagem: Divulgação/Arquivo Pessoal
 A morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, na última quarta-feira (14), no Centro do Rio, desencadeou homenagens em redes sociais, mas também posts e textos que criticam a atuação de Marielle como ativista de direitos humanos e até informações falsas que a vinculam ao tráfico de drogas.

Por isso, um grupo de advogadas começou na última quinta-feira (15) a rastrear o material calunioso e já recebeu mais de 2 mil denúncias por e-mail.

O objetivo é enviar todos os casos com autores identificados para investigação na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) da Polícia Civil ou para retratação pública na Justiça.

Segundo Tarcísio Motta, vereador e colega de Marielle na bancada do PSOL na Câmara do Rio, é necessário responsabilizar os que estão propagando discurso de ódio e reproduzindo ou criando notícias falsas que atentem contra a honra da ex-vereadora. As denúncias podem ser recebidas no e-mail: [email protected] 

Com informações, G1

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites