PSOL aciona Comissão de Ética Pública contra nomeação de filho de Mourão

Autor: 1 comentário Compartilhar:
Imagem: Antonio Augusto | Câmara dos Deputados

Nesta quinta-feira (10) o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) entrou com uma representação na Comissão de Ética Pública contra a nomeação do filho de Hamilton Mourão para assessor especial da presidência do Banco do Brasil.

A nomeação do filho do vice-presidente, uma semana depois da posse do novo governo, não foi apenas inadequada ou extemporânea. Ela fere princípios que devem orientar a administração pública. Diante da indignação popular com a nomeação, o governo deveria voltar atrás. Sem isso, não nos resta alternativa senão provocar a Comissão de Ética Pública da Presidência da República”, justificou Juliano Medeiros, presidente do partido.

O pedido está sustentado no decreto nº 7.203/2010, que trata sobre nepotismo.

Para a cúpula do partido, há um evidente favorecimento de parentes em detrimento de pessoas mais qualificadas, especialmente no que diz respeito à nomeação e elevação de cargos.

Post anterior

Gleisi sobre a ditadura Venezuelana: “Não é um caos como as pessoas pintam”

Próximo post

Ronaldo Caiado pede sensibilidade na Reforma da Previdência

Você pode gostar também:

1 comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.