Redes Sociais

Brasil

Prefeitura de Belo Horizonte publica decreto que impõe lockdown na cidade; veja detalhes

Marcos Rocha

Publicado

em

A prefeitura de Belo Horizonte/MG publicou nesta sexta-feira (8) um decreto desautorizando o funcionamento, por tempo indeterminado, de atividades consideradas não-essenciais.

Conforme noticiado pelo Conexão Política nesta última quinta-feira (7), a capital mineira entrará em regime de lockdown (bloqueio total) a partir da próxima segunda-feira (11) por determinação do prefeito Alexandre Kalil (PSD).

O decreto nº 17.523 também estabelece os horários de funcionamento dos estabelecimentos autorizados. Entre as atividades liberadas estão padarias, supermercados, farmácias e postos de gasolina.

Reeleito no primeiro turno com 63% dos votos, Kalil disse que a capital mineira chegou “ao limite da covid-19” e que, após uma reunião de governo, foi orientado a tomar a decisão de fechar todos os serviços considerados não essenciais da cidade.

“Chegamos no vermelho. O comerciante tem que se preparar, porque estaremos soltando um decreto voltando a cidade à estaca zero. São números impressionantes, houve uma importação de doença surpreendente. Temos casos de famílias inteiras, que passaram o Natal juntos, infectados e internados”, declarou.

“Me desculpem, mas governar não é agradar. Tivemos uma longa reunião hoje, fui orientado. Com exceção das praças públicas e do zoológico agendado, [a cidade] estará com serviços essenciais abertos e todo o resto fechado”, justificou o mandatário.

CONFIRA A TABELA DIVULGADA PELA PREFEITURA DE BH

Reprodução/Diário Oficial de Belo Horizonte

Editor-chefe do Conexão Política; residente e natural de Campo Grande/MS | FALE COMIGO: [email protected]

alan correa criação de sites