Redes Sociais

Brasil

Senador divulga áudio em que Bolsonaro defende inclusão de governadores e prefeitos na CPI da Pandemia

Presidente cobrou, inclusive, pressão por impeachment de ministros do STF.

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Marcos Corrêa | PR

Em conversa divulgada neste domingo (11) pelo senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), o presidente Jair Bolsonaro surge defendendo uma CPI da Pandemia no Senado mais ampla, passando a investigar também governadores e prefeitos.

Determinada pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), a comissão visa investigar as eventuais omissões do governo federal no combate ao coronavírus.

Após a decisão do magistrado do STF, um requerimento foi apresentado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), que solicita a extensão da apuração para gestores estaduais e municipais.

Em um dos trechos da conversa, Bolsonaro frisa a necessidade da mudança.

— Se não mudar o objetivo da CPI, ela vai vir para cima de mim. O que tem que fazer para ser uma CPI útil para o Brasil: mudar a amplitude dela, bota presidente da República, governadores e prefeitos — diz Bolsonaro, que afirmou não ter ‘nada a esconder’.

Em outro momento, Bolsonaro diz que podem transformar a CPI em um ‘relatório sacana’.

— Se não mudar, a CPI vai simplesmente ouvir o (ex-ministro Eduardo) Pazuello, ouvir gente nossa, para fazer um relatório sacana.

Bolsonaro também disse a Kajuru que é preciso analisar os pedidos de impeachment contra os ministros do Supremo.

— Uma coisa importante. Vamos lá: você tem que fazer do limão uma limonada. Por enquanto é um limão que está aí, dá para ser uma limonada. Tem que que peticionar o Supremo para botar em pauta o impeachment [dos ministros].

Kajuru deu sinal positivo, dizendo que já o fez. Em seguida, o mandatário questionou:

— Você fez para investigar quem?

— O Alexandre de Moraes — respondeu Kajuru, em referência ao pedido que está ‘engavetado’ no Senado.

Demonstrando satisfação, Bolsonaro continua:

— Parabéns para você — elogiou.

Por fim, o senador completou:

— Se ele (ministro Roberto Barroso) fez com a CPI (da Covid-19), tem que fazer com o ministro (pedido de impeachment) — declarou Kajuru.

O áudio foi divulgado nas redes sociais do próprio senador Kajuru, um dos autores da ação que levou à decisão do STF. Segundo ele, o diálogo ocorreu na noite do último sábado (10).

Jornalista, professor e comentarista político. Cobre os bastidores de Brasília no Conexão Política.