Redes Sociais

Política

Lula quer presenciar julgamento no TRF-4 que pode torná-lo inelegível

Davy Albuquerque

Publicado

em

O ex-presidente Lula comunicou a dirigentes do PT que vai comparecer ao julgamento no TRF-4 e tentar pressionar os desembargadores que podem torná-lo inelegível, no dia 24, em Porto Alegre (RS). 

A direção do PT já prepara muita mortadela para um “grande” ato de recepção ao ex-presidente no próprio dia 24, na volta a São Paulo. No dia seguinte a Executiva Nacional do PT fará uma reunião ampliada para reafirmar a candidatura do ex-presidente, seja qual for o resultado do julgamento.

Em 12 de julho de 2017, o juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro, no caso do triplex do Guarujá.

Se a condenação for confirmada, Lula pode ser impedido de disputar a eleição presidencial. 

Oficialmente, a assessoria do Instituto Lula não confirma que o ex-presidente vá presenciar o julgamento em Porto Alegre. Segundo o instituto, a defesa do petista solicitou ao TRF-4 que o ex-presidente seja ouvido durante o julgamento, mas o pedido ainda não foi avaliado pelos desembargadores do tribunal.

Mesmo se o seu pedido não for atendido, Lula disse a líderes petistas que pretende ir para Porto Alegre para participar das manifestações organizadas pelo PT.

Nasci no estado do Rio de Janeiro. Sou brasileiro com orgulho, cristão por convicção e política por vocação. Colunista político do Conexão Política.

alan correa criação de sites