Redes Sociais

Política

Guedes se pronuncia sobre ‘interrupção’ de Ramos e Barros em coletiva

Marcos Rocha

Publicado

em

TV Band | Reprodução

Nesta última quarta-feira (23), o ministro da Economia, Paulo Guedes, foi ‘interrompido’ pelo ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e pelo líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), durante entrevista coletiva.

No momento do embargo, o chefe da economia brasileira comentava sobre a substituição de tributos e medidas a fim de desonerar a folha da União.

Ao deixar a coletiva de imprensa, Guedes ainda disse aos repórteres que estavam no local: “Agora tem articulação política”, apontando para Ramos e Barros.

A situação repercutiu até mesmo entre os apoiadores do governo federal.

Houve quem considerasse uma ação comum e não vislumbrasse maiores problemas.

No entanto, houve quem enxergasse no acontecimento a exposição de um ‘racha’ no Executivo.

VEJA

GUEDES FALA

Nesta quinta-feira (24), após a repercussão, o ministro da Economia comentou o caso.

Segundo ele, a interrupção foi interpretada pela imprensa de forma equivocada.

Em declaração ao O Antagonista, Guedes afirmou: “Ramos e Barros são meus amigos. Estavam me protegendo das perguntas de vocês”.

O ministro ainda ressaltou que a ordem no Executivo é não antecipar as medidas econômicas que estão sendo desenvolvidas, sobretudo as que envolvem desindexação do orçamento, pois “seu sucesso depende totalmente da articulação política”.

Editor-chefe do Conexão Política; residente e natural de Campo Grande/MS | FALE COMIGO: [email protected]

alan correa criação de sites