Redes Sociais

Brasil

Entre Bolsonaro e o PT, fico com Bolsonaro, diz Eduardo Cunha

Na visão dele, o PT é a pior de todas as alternativas.

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Fabio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, peça principal a autorizar o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), afirmou, em entrevista à Folha de S. Paulo, que apoiaria o presidente Jair Bolsonaro se estivesse no poder.

“Quem elegeu Bolsonaro porque não queria a volta do PT tem a obrigação de dar a governabilidade a ele. Se estivesse no poder, eu o apoiaria, com eventuais críticas pontuais, mas sempre estaria na posição oposta ao PT”, afirmou.

Para Cunha, as eleições 2022 devem ser novamente marcadas pela polarização.

Ainda segundo ele, a tão falada ‘terceira via’ nunca existiu.

“Nunca existiu terceira via em todas as eleições desde 1989 e não existirá na próxima. Não vejo ninguém para isso. Entre Bolsonaro e o PT, não tenho a menor dúvida de ficar com Bolsonaro. Qualquer opção é melhor que a volta do PT”, declarou Cunha, que segue cumprindo prisão domiciliar desde março do ano passado após ser condenado na operação Lava Jato em 2016.

Jornalista, professor e comentarista político. Cobre os bastidores de Brasília no Conexão Política.