Redes Sociais

Política

Caiado defende prisão para quem fizer festa clandestina em Goiás

Marcos Rocha

Publicado

em

Valter Campanato | Agência Brasil

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), afirmou nesta última segunda-feira (29) que os agentes de segurança do estado têm autorização para encarcerar quem promover festas clandestinas durante o surto da covid-19.

“Não tem cabimento fazer festa clandestina na maior crise sanitária que nosso país já viveu, minha gente. Nossas forças de segurança terão total liberdade para prender os organizadores desses eventos não autorizados que promovem aglomerações”, escreveu Caiado, nas redes sociais.

Atualmente, um decreto da administração estadual estabelece uma espécie de revezamento das atividades consideradas não essências: 14 dias em suspensão e 14 dias em funcionamento. O comércio local tem autorização para reabrir a partir de amanhã, quarta-feira (31).

Em entrevista recente à TV Record, o governador pediu conscientização por parte da população goiana.

“Cumpriremos nossa palavra. Mas pedimos, de antemão, que as pessoas, por favor, se conscientizem, e que façam o período de 14 dias de abertura dentro dos critérios que estão pré-definidos no decreto”, declarou, na ocasião.

FALE COMIGO: [email protected] — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).