Redes Sociais

Brasil

Polícia Federal desarticula esquema internacional de lavagem de dinheiro e tráfico de drogas e armas

Redação

Publicado

em

Imagem: Emanoel Soares/ Conexão Comunidade

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (13) a Operação Narcos, cujo objetivo é desmantelar a ORCRIM (organização criminosa) voltada ao tráfico de drogas e armas, a esquemas de lavagem de dinheiro, e ligada à facção criminosa.

Durante a operação, a PF contou com apoio da Polícia Rodoviária Federal, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina.

Policiais federais deram cumprimento a 24 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão – 16 preventivas e uma temporária, sendo 4 preventivas referentes a indivíduos que já se encontram presos –, em endereços nos Estados de SC, BA, MG, ES e RS.

No curso da investigação, identificou-se que integrantes do grupo possuíam patrimônios milionários em seus próprios nomes e no de terceiros (parentes e outros ‘laranjas’), razão que levou à decretação do sequestro de imóveis, vários de alto padrão, incluindo apartamentos em Itapema/SC, Bombinhas/SC, Porto Belo/SC e um sítio em Canelinha/SC. Também foram sequestrados automóveis de alto valor e determinado o bloqueio de contas de 25 investigados.

A ORCRIM atuava em vários estados e utilizava pequenas aeronaves e aeródromos para trazer drogas da Bolívia, com posterior revenda no mercado interno ou envio para outros países, por meio de transporte marítimo, a partir de portos localizados em SC e de outros.

Aeronave apreendida em Santa Catarina. Foto: PF.

Quase 2 toneladas de cocaína foram apreendidas durante a investigação, bem como 12 aeronaves, o que resultou na prisão em flagrante de alguns integrantes do grupo, tendo, inclusive, um dos seus líderes sido preso em meados de 2019, no Pará.

Drogas apreendidas em Itaituba/Pará. Foto: PF.

Por suas condutas, os investigados poderão ser indiciados pela prática dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, organização criminosa, todos da Lei nº 12.850/2013, e de lavagem de dinheiro (Lei 9.613/98), cujas penas somadas podem ultrapassar 30 anos.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Conexão Política é um jornal digital inteiramente compromissado com a cobertura e análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | [email protected]

alan correa criação de sites