Redes Sociais

Brasil

Operação da PF apura fraude em ações da Covid no Amapá

Redação

Publicado

em

Divulgação | PF

Uma nova ação da Polícia Federal cumpre diversos mandados na manhã desta sexta-feira (29).

A operação faz parte da 2ª fase da atuação Vírus Infectio, que investiga fraudes e desvio de recursos públicos destinados às ações de enfrentamento do novo coronavírus no estado do Amapá.

Entre os endereços  é a sede da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), no Centro da capital Macapá.

São 3 mandados de prisão preventiva e 9 de busca e apreensão.

A operação, que conta com o apoio do Ministério Público Federal (MPF), também solicita o afastamento de uma servidora da pasta da Saúde, de nome não divulgado.

Segundo as investigações, houve vantagens indevidas para agilizar a liberação de recursos públicos para empresas direcionadas.

“Após a deflagração da 1ª fase, em abril, foram constatados indícios de pagamento de vantagens indevidas, por parte de empresário, à servidora da Sesa/AP, com o fim de agilizar os trâmites burocráticos de liberação de notas de empenhos”, declarou a PF.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

alan correa criação de sites