Redes Sociais

Brasil

Olavo de Carvalho sobre governo: “Se tudo continuar como está, já está mal”

Matheus F. Romero

Publicado

em

O filósofo brasileiro Olavo de Carvalho (Imagem: Divulgação)

Em evento organizado por Steve Bannon em Washington neste sábado (16), Olavo de Carvalho foi questionado sobre o governo de Jair Bolsonaro no Brasil.

“Se tudo continuar como está, já está mal. Não precisa mudar nada para ficar mal. É só continuar assim. Mais seis meses, acabou”, respondeu o filósofo.

Olavo acredita que o presidente esteja rodeado de “traidores” e ainda chamou o vice-presidente, general Hamilton Mourão, de “um cara idiota”, de acordo com o Estadão.

“O presidente viaja e qual a primeira coisa que ele [Mourão] faz? Viaja a São Paulo para um encontro político com Doria. Esse cara não tem ideia do que é vice-presidência. Durante a viagem, ele tem que ficar em Brasília”, disse.

Estudante, músico e defensor da liberdade.

Publicidade
6 Comentários

6 Comments

  1. Richard van den Bylaardt

    20.03.2019 at 14:45

    Matheus, essa notícia é fake news do Estadão. Tente contatar o Olavo para checar isso.

  2. Thiago Cardoso

    18.03.2019 at 11:33

    Mourão e os militares estão armando pelas costas do bonoro pra causar o impeachment. Mourão toda hora fazendo graça pra mídia tradicional de esquerda. E pelo visto, os acessores do bonoro não mostram isso pra ele.

  3. Pedro Rocha

    18.03.2019 at 01:03

    Já está na hora de vocês acordarem para a realidade e esquecerem esse sujeito.

    Não nego a importância de Olavo de Carvalho e seus escritos contra o marxismo, mas vocês devem escolher entre lutar para fazer algo ou serem oportunistas como ele, que está avermelhando como todo neocon ante a dureza da realidade.

    Eu nunca fui seguidor ou aluno dele porque sempre estive bem à direita dele, que só é considerado de direita por aqui no Brasil, onde até socialista Fabiano é “direitista”.

    Abram os olhos: ele ainda poupa Bolsonaro de seus ataques de nível de botequim porque não quer cair em desgraça e perder alunos e dinheiro. Lembrem-se que ele era intervencionista e só aderiu à onda Bolsonaro porque foi levado pela popularidade do Mito.

    Façam como o Paulo Enéas do “Crítica Nacional: cresçam intelectualmente e dêem um passo a mais para a direita! Purifiquem-se desse ranço esquerdista neocon.

    Ele mesmo no começo do ano disse que não era para não abandonarmos Bolsonaro ante as dificuldades. Agora ele mesmo é inimigo do Governo.

    • tulio762

      19.03.2019 at 23:27

      “…que está avermelhando como todo neocon ante a dureza da realidade.”
      Cara já vi de tudo mas Olavo “avermelhando” essa é nova.
      “Eu nunca fui seguidor ou aluno dele porque sempre estive bem à direita dele, que só é considerado de direita por aqui no Brasil, onde até socialista Fabiano é “direitista”.”
      Realmente fique longe do COF e não o siga, você tem toda razão… isso não é pra você!
      “Façam como o Paulo Enéas do “Crítica Nacional: cresçam intelectualmente e dêem um passo a mais para a direita! Purifiquem-se desse ranço esquerdista neocon.”
      Se tu cresceu, ficou puro e foi pra ” direita” então meu Deus o que é ser de direita!?
      Lendo teu comentário tenho ainda mais certeza de que precisamos dos manicômios de volta.

  4. Soldier Dias

    17.03.2019 at 17:41

    O Presidente teria que enquadrar ele como abandono de posto como no Regimento Militar!

  5. Soldier Dias

    17.03.2019 at 17:37

    O Olavo tem toda a razão. Tenho medo de que o seu diagnóstico se efetive. Até a Maria do rosário seria mais fiel ao presidente. Acredito que o Mourão foi um pacote que a Maçonaria forçou o Presidente aceitar para ter apoio total durante a campanha. Agora não tem mais como se livrar do Mala sem Alça esquerdista.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites