Redes Sociais

Brasil

Número de onças-pintadas aumenta 27% no Parque Nacional do Iguaçu

Redação

Publicado

em

Imagem: lisavandepanne

O número de onças-pintadas no Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, na região oeste do Paraná, aumentou quase 27% em dois anos, segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Desde 2009, especialistas do projeto Onças do Iguaçu realizam um censo da espécie no local e monitoram as condições de sobrevivência da espécie na região. No último levantamento, divulgado neste mês de novembro, referente ao resultado de 2018, foram encontradas 28 onças-pintadas no Parque. O resultado foi 27% a mais do que no censo anterior, sobre 2016, que revelou a presença de 22 animais da espécie. Em 2009, eram até 11 onças.

Com câmeras e outros equipamentos, os especialistas percorrem a extensão do Parque Nacional do Iguaçu para monitorar a presença das onças-pintadas e verificar as condições de sobrevivência delas. A onça-pintada está criticamente ameaçada de extinção na Mata Atlântica.

O Projeto Onças do Iguaçu tem como missão conservar a onça-pintada como espécie-chave para a manutenção da biodiversidade da região do Parque Nacional do Iguaçu. A equipe estuda o deslocamento, comportamento, dieta das onças e monitora os animais por meio de armadilhas fotográficas. Também atua junto à comunidade levando e obtendo importantes informações para a convivência harmoniosa entre pessoas e onças.

O monitoramento dos animais é feito com mais de 80 armadilhas fotográficas, pelo Projeto Onças do Iguaçu, espalhadas nos 185 mil hectares do Parque.

Com informações, ICMBio.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

alan correa criação de sites