Redes Sociais

Brasil

Laudo diz que Adélio Bispo não pode ser punido criminalmente devido a transtorno mental

Matheus F. Romero

Publicado

em

O autor do atentado contra Jair Bolsonaro, Adélio Bispo (Imagem: Divulgação)

Um laudo feito por peritos indicados pela Justiça Federal diz que Adélio Bispo, o autor da tentativa de assassinato de Jair Bolsonaro durante a campanha, é doente mental.

O documento obtido pela TV Globo diz que o esfaqueador não pode ser punido criminalmente pelo atentado e recomenda que ele seja internado por tempo indeterminado num manicômio judicial.

De acordo com a emissora, “o laudo aponta que ele tem um Transtorno Delirante Permanente-Paranoia e, por isso, foi considerado inimputável.”

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites