Redes Sociais

Brasil

Laudo diz que Adélio Bispo não pode ser punido criminalmente devido a transtorno mental

Matheus F. Romero

Publicado

em

O autor do atentado contra Jair Bolsonaro, Adélio Bispo (Imagem: Divulgação)

Um laudo feito por peritos indicados pela Justiça Federal diz que Adélio Bispo, o autor da tentativa de assassinato de Jair Bolsonaro durante a campanha, é doente mental.

O documento obtido pela TV Globo diz que o esfaqueador não pode ser punido criminalmente pelo atentado e recomenda que ele seja internado por tempo indeterminado num manicômio judicial.

De acordo com a emissora, “o laudo aponta que ele tem um Transtorno Delirante Permanente-Paranoia e, por isso, foi considerado inimputável.”

Estudante, músico e defensor da liberdade.

Publicidade
4 Comentários

4 Comments

  1. Evaldo Rui Franco

    07.03.2019 at 16:29

    Então por que 4 “adevogados” caros e tão rápido ? Se ele é louco que internem e tratem com choque.

  2. Marcos Costa

    07.03.2019 at 16:00

    É um psicopata mas não é nenhum inimputável. A PF agora tem que revelar quem foi o mandante.

  3. Jorge

    07.03.2019 at 16:00

    Um louco não tem 4 advogados.

    • Wendel

      08.03.2019 at 09:00

      Melhor ainda. Dá pra pleitear internação e deixar ele no manicômio judiciário por 30 anos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites