Redes Sociais

Judiciário

Toffoli diz que há financiamento estrangeiro em ‘fake news’ e ‘atos antidemocráticos’

Marcos Rocha

Publicado

em

José Cruz | Agência Brasil

Em entrevista ao Canal Livre, da TV Bandeirantes, no domingo (21), o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que os inquéritos que apuram supostos atos democráticos e supostas notícias falsas apontaram financiamento internacional a determinados grupos que, segundo ele, utilizam as redes sociais para atacar instituições brasileiras.

“Queria dar um furo aqui em primeira mão […] Esses inquéritos que combatem fake news e atos antidemocráticos, em quebra de sigilos bancários, já identificou (sic) financiamento estrangeiro a atores que usam as redes sociais para campanhas contra as instituições, em especial o Supremo Tribunal Federal e o Congresso Nacional”, declarou.

Toffoli, contudo, não apresentou detalhes sobre a informação, apenas classificou como “gravíssima”. Na avaliação do ministro, a suposta existência de financiamento internacional mostra que os alvos dos inquéritos não são um “grupo de malucos”.

“Há uma organização por trás, que ataca inclusive a imprensa tradicional e séria”, disse. “Temos que estar atentos, e a investigação está em excelentes mãos”, acrescentou, elogiando o ministro Alexandre de Moraes, que conduz a tramitação dos procedimentos na Suprema Corte.

FALE COMIGO: [email protected] — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).