Redes Sociais

Judiciário

Polícia Federal apura vazamento de dados de servidores do TSE

Informação é do ministro André Mendonça, da Justiça e Segurança Pública

Marcos Rocha

Publicado

em

José Cruz | Agência Brasil

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, confirmou que a Polícia Federal (PF) está apurando a suspeita de vazamento de dados pessoais de servidores do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“O que podemos dizer é que a PF está investigando. E o que já se sabe é que os dados divulgados são antigos. E que o acesso a estes dados ocorreu antes de 23 de outubro deste ano”, declarou Mendonça ao apresentar, a jornalistas, em Brasília/DF, um balanço da atuação integrada de forças de segurança pública de todo o país.

“A PF está buscando o autor do acesso a estes dados antigos”, acrescentou o ministro, minimizando que haja alguma relação entre o vazamento das informações pessoais dos servidores do TSE e a suspeita de um ataque cibernético ao sistema do Superior Tribunal de Justiça (STJ), no início do mês.

“Até o momento, não foi apontada nenhuma relação [entre os dois casos]. Logicamente, não podemos descartar nenhuma possibilidade, mas não há, até aqui, nenhum indicativo neste sentido”, disse.

Mendonça garantiu que o vazamento não afetou “a lisura do processo eleitoral”. “A PF tem trabalhado em sintonia com toda a área de segurança e tecnologia do TSE, e não há nenhum indicativo de prejuízo ao pleito eleitoral”, afirmou.

As informações são da Agência Brasil.

Editor-chefe do Conexão Política; residente e natural de Campo Grande/MS | FALE COMIGO: [email protected]

alan correa criação de sites