Redes Sociais

Brasil

Ex-reitor do Mackenzie e defensor do Design Inteligente, Benedito Aguiar Neto, é o novo presidente da CAPES

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Marcos Corrêa/PR

Com a publicação no Diário Oficial União (DOU) desta sexta-feira (24), o professor Benedito Guimarães Aguiar Neto é o 22º nome a assumir a presidência da CAPES desde a sua criação, em 1951.

Aguiar sucederá a Anderson Correia, que chegou à presidência da Coordenação em fevereiro de 2019. Ele deixa reitoria da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), onde ficou à frente do cargo desde 2011.

Benedito Aguiar irá liderar – juntamente ao Conselho Superior da CAPES e em constante diálogo com a comunidade acadêmica – a Coordenação, vinculada ao Ministério da Educação (MEC) e responsável pela expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) no Brasil.

A CAPES investe na formação de recursos humanos de alto nível no País e exterior, atua na formação de professores da educação básica e promove cooperação científica internacional por meio de concessão de bolsas e fomentos à pesquisa, de avaliação e acesso, e divulgação da produção científica.

Formação

Benedito Guimarães Aguiar Neto é graduado (1977) e mestre em Engenharia Elétrica (1982) pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), doutor na área pela Technische Universität Berlin, na Alemanha (1987), e pós-doutorado pela University of Washington, nos Estados Unidos (2008).

Trajetória acadêmica

Na UFPB, foi coordenador do Curso de Engenharia Elétrica e diretor do Centro de Ciências e Tecnologia, mesmo cargo ocupado na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Ainda na UFCG, foi professor titular do Departamento de Engenharia Elétrica e do Programa de Pós-Graduação, nas áreas de Telecomunicações e Processamento de Sinais.

Na Universidade Mackenzie, além de reitor, foi membro dos conselhos Deliberativo e Universitário.

Atuações junto à sociedade civil organizada e ao Estado

Aguiar também foi editor da Revista de Ensino de Engenharia da (ABENGE) e diretor acadêmico. Foi presidente do Conselho Diretor da Fundação Parque Tecnológico da Paraíba, de 2003 a 2005.

Foi vice-presidente do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras, membro das comissões de Assessoria do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e de Especialistas de Engenharia do Ministério da Educação/Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (MEC/Confea), bem como do Conselho Curador da Fundação Padre Anchieta.

O novo presidente da CAPES também foi avaliador do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), presidente do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (CRUB) e da Associação Brasileira de Instituições Educacionais Evangélicas (ABIEE), vice-presidente, para o Brasil, da Organização Universitária Interamericana (OUI), e membro do Conselho Superior de Estudos Avançados da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (CONSEA/FIESP).

Prêmios

Durante a sua carreira profissional e acadêmica, Benedito Guimarães Aguiar Neto foi agraciado com os títulos de Doutor Honoris Causa pelo Gordon College, USA, de Professor Emérito pela UFPB, de Cidadão Campinense, pela Câmara Municipal de Campina Grande-PB, de Cidadão Paraibano, pela Assembleia Legislativa da Paraíba, e Membro Honorário da Força Aérea Brasileira, com as medalhas Amigos da Marinha e Exército Brasileiro.

Teoria do Design Inteligente (TDI)

Aguiar Neto é conhecido por incentivar os estudos da Teoria do Design Inteligente (TDI) no Brasil. Este tema vem sido estudado no Mackenzie nos últimos anos.

A Teoria do Design Inteligente afirma que os seres humanos foram criados prontos e por uma mente inteligente, ao contrário das proposições feitas pelo Darwinismo. A TDI é baseada em conhecimentos científicos, principalmente no campo da química e da bioquímica.

O Mackenzie tem promovido debates e eventos sobre o assunto que contam com a participação de grandes nomes da TDI, como o doutor em Química pela Universidade Estadual de Campinas e pós-doutorado no Laboratório Aston de Espectrometria de Massas da Universidade de Purdue, EUA, Marcos Eberlin e o físico americano e um dos maiores expoentes e defensores da Teoria do Design Inteligente, Michael Behe. Eberlin também é presidente-executivo da Sociedade Brasileira do Design Inteligente e autor do livro “Fomos Planejados”; e Behe é membro do Discovery Institute, nos EUA, um dos centros mais atuantes no debate sobre a TDI no Mundo.

 

Com informações, Mackenzie e CCS/CAPES.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »
alan correa criação de sites