Redes Sociais

Brasil

Desta vez, Gilmar Mendes foi longe demais

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Imagem: Divulgação/STF

Depois de citar o Ato Institucional Número Cinco (AI-5), o ministro Gilmar Mendes, pouco antes de concluir seu voto pela soltura de Antonio Palocci disse que “Efetuar a prisão preventiva com o objetivo de conseguir uma delação premiada, é uma pratica de tortura como nunca feita no Brasil, e isso esta acontecendo em Curitiba”, enfatizou Gilmar Mendes.

OPINIÃO

Não, Gilmar. Tortura é deixar o povo brasileiro sem saúde, sem educação de qualidade, sem transporte público de qualidade, sem segurança.

Portanto, vagabundo que roubou do povo deve ser torturado em praça pública e mofar na cadeia.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

alan correa criação de sites