Redes Sociais

Brasil

Após ataque racista, motoboys protestam em frente ao condomínio onde aconteceu o caso

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Reprodução

Um grupo de entregadores promoveu um protesto em frente ao condomínio em Valinhos (SP) onde um entregador de aplicativo sofreu ataques racistas.

O caso ocorreu em 31 de julho, mas só veio a conhecimento público depois que a mãe do jovem postou o conteúdo nas redes sociais na noite desta última quinta-feira (6).

Após isso, o vídeo rapidamente viralizou. As imagens mostram o jovem sendo ofendido por um homem após problemas com o interfone do condomínio.

O entregador é Matheus Pires, de 19 anos. No vídeo, ele é alvo de provocações do contabilista Mateus Abreu Almeida Prado Couto, que chega a dizer que o entregador “tem inveja disso aqui”, e aponta para a própria pele branca.

O buzinaço aconteceu neste sábado (8) por volta de 9h da manhã e contou com a participação de pelo menos 100 pessoas, entre entregadores e apoiadores.

Diversos vídeos do ato foram veiculados nas redes sociais. Entregadores relataram, inclusive, que constantemente são destratados por clientes das redes de serviços de entrega.

Ainda sobre o caso, o presidente Jair Bolsonaro também registrou nota de repúdio.

“Independentemente das circunstâncias que levaram ao ocorrido, atitudes como esta devem ser totalmente repudiadas. A miscigenação é uma marca no Brasil. Ninguém é melhor do que ninguém por conta de sua cor, crença classe social ou opção sexual”, declarou Bolsonaro.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

alan correa criação de sites