Redes Sociais

Brasil

A teoria dos três pilares: Anitta, Ludmilla e Pabllo Vittar

Redação

Publicado

em

A teoria dos três pilares: Anitta, Ludmilla e Pabllo Vittar 21
Imagem: Reprodução | Youtube

Segundo Karl Marx, para estabelecer o comunismo — o capitalismo precisaria entrar em colapso para que, assim, pudesse ser substituído. 

No entanto, se analisarmos o desenvolver da História, percebemos que o ocorreu tudo ao contrário.

O Comunismo entrou em colapso e todos os sistemas comunistas do mundo faliram.

Se tudo deu errado, qual seria a estratégia para o comunismo ser implantado de fato?

A estratégia é o Marxismo cultural. A luta não é no campo armado, mas no campo ideológico.

E no campo ideológico as coisas são bem mais difíceis de serem combatidas.

A Revolução por meio da cultura

Gramsci enxergou que, a revolução, deveria ser silenciosa. E, apesar de ser um processo mais longo, seria mais difícil combatê-la, pois seria mais difícil identificá-la.

Existe um cenário ideal para mudar uma sociedade, ele se chama “escola”.

Basicamente a ideia de Gramsci era essa: infiltrar-se nas escolas e universidades e estabelecer seus conceitos comunistas na mente das crianças e jovens.

Essas crianças e jovens de hoje serão a geração adulta de amanhã, estarão ocupando cargos de poder, influenciando as massas, etc.

O objetivo de Gramsci não era mudar a geração atual, mas a seguinte.

A tática era exatamente essa: entre nas escolas e enfie suas ideias na cabeça das crianças, e daqui vinte ou trinta anos a sociedade inteira estará pensando como você.

A revolução cultural no Brasil

Aqui, no Brasil, nossos jovens já estão doutrinados nas universidades impregnadas de professores marxistas.

A doutrinação é uma realidade em todos as esferas da educação.

Os comunistas do Brasil fizeram a revolução no padrão de Antonio Gramsci, através da mudança cultural.

A mentalidade dos brasileiros está completamente preenchida pelo marxismo – as ideias de Karl Marx.

O ambiente educacional está sendo firmada como centro para moldar o comportamento e o pensamento das gerações futuras.

Ensinam o ódio ao capitalismo, ao cristianismo, a Deus, à família tradicional, à religião e aos valores morais.

Teoria dos três pilares: Anitta, Ludmilla e Pabllo Vittar

Partindo deste princípio, os empresários Victor Vicenzza e Thomas Viciouss fizeram uma análise sobre o atual momento que o Brasil está vivendo.

Em vídeo publicado no Youtube, os jovens levantam uma espécie de ‘teoria dos três pilares’.

Segundo eles, o sistema pode ter escolhido especificamente os seus representantes no Brasil para difundir a agenda marxista.

Neste caso, a Anitta representaria a pauta do feminismo; Ludmilla à bandeira contra o racismo e o Pabllo Vittar a figura da agenda LGBT.

Agora no plataforma no Youtube, os empresários Victor Vicenzza e Thomas Viciouss ficaram conhecidos após declararem apoio a Jair Bolsonaro; a opinião gerou revolta entre o público LGBT e o rompimento de Pabllo Vittar com à grife de sapatos.

ASSISTA AO VÍDEO!

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites