Um Titanic chamado CENTRÃO

Autor: Nenhum comentário Compartilhar:
Imagem: Divulgação/Conexão Política

Com o fim da inércia da população em falar sobre política (algo que demorou 500 anos) o bom e oportunista “Centrão” virou um imenso navio (Titanic) que vai afundando aos poucos.

Com o intenso embate político (principalmente nas redes sociais) que aconteceu no país a partir de 2013, a população começou a discutir política, pautas sociais e econômicas, com isso, como fica o centrão que não tem ideologia? São apenas partidos que se vendem para quem está no controle do executivo, o que é muito mal visto nos dias atuais.

Sei que você deve estar pensando, mas é o enfraquecimento do Lulopetismos e dos tucanos? E você está certo. Mas a Esquerda e a Social-democracia continuarão existindo por pior que possam ser. Lembrem-se de que elas têm uma estrutura ideológica, contudo, hoje, elas dividirão o protagonismo com a Direita Conservadora que impulsiona a candidatura de Jair Bolsonaro e com os Liberais, movimento que giram em torno do Partido Novo.

Aí eu pergunto, onde fica o centrão? E olha que estamos falando de vários partidos grandes como PMDB, PP e muitos outros.

Eu acredito e torço que daqui a alguns anos todo brasileiro tenha uma identidade política. A minha eu já tenho, faço parte da Direta Conservadora, e você?

Post anterior

Bolsonaro diz que pode ter vice gay em chapa presidencial

Próximo post

“Esta é a situação dele hoje: de inelegível”, diz Juiz da Ficha Limpa

Você pode gostar também:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.