Redes Sociais

Artigo

Retweetar ou Curtir?

Francisco Teodorico

Publicado

em

Você sabe a diferença prática (não a conceitual, que a maioria sabe) entre Retweetar e Curtir?

Quando você “retuíta” você está mostrando engajamento com o post, demonstrado com o compartilhamento da informação com outros perfis e com isso a mensagem pode ser replicada e ter a audiência aumentada exponencialmente (se outros usuários também replicarem). Lembra-se de Progressão Geométrica que você aprendeu no Ensino Médio e achou que não servia para nada?

Quando você “curte” está apenas mostrando que o que foi dito agradou e isso só repercute para o autor do post.

Compartilhar um post de alguém que representa você é mais efetivo que as campanhas de SDV.

Para quem não sabe o que é SDV, é uma sigla que significa “Sigo De Volta”. É uma campanha onde o perfil da rede social, como o próprio nome diz, segue de volta todos os perfis que o seguirem. É comum ser acompanhado de uma lista de usuários como sugestão.

Você deve estar se perguntando: mas qual o problema disso? Não é algo bom para popular sua lista de contatos com pessoas de interesses semelhantes? Entendo que não. O custo/benefício não compensa. Analisemos para descobrir o motivo.

Quando você “popula” sua lista de “seguidos” eles passam a fazer parte do espaço amostral que a rede social em questão usará para preencher sua timeline. O “problema” (na realidade uma característica para não deixá-lo maluco com a tsunami de informação) é que apenas uma parcela dos posts produzidos serão publicados para você.

Por esse motivo, você pode deixar de receber conteúdo significativo de perfis de qualidade em detrimento de pessoas que não produzem informação de seu interesse e que estão apenas inflando sua lista de seguidos/seguidores.

Tomo como exemplo as minhas notificações, que são em um grande número (minhas opiniões assertivas e fundamentadas em fatos, logo atraio a horda de esquerdistas) uso como protocolo, olhar apenas para comentários ou “retuítes” feitos em meus posts.

Outro motivo pelo qual não dou atenção aos likes é porque, devido ao fato de eu participar com comentários em outros perfis (de notícias, por exemplo) e frequentemente esquerdistas tentam me refutar. E então vêm os MAVs (Militantes Ativistas Virtuais) “curtir” a suposta “lacrada”.

A única reação que eu poderia ter se prestasse atenção nas curtidas seria passar raiva, pois o que eu iria fazer? Responder às curtidas?

O que os olhos não vêem, o coração não sente.

Se você compartilha ou comenta o post em questão, a probabilidade de receber mais conteúdo desse perfil em sua timeline aumenta. As redes sociais têm algoritmos próprios e guardam a sete chaves (nós, os conservadores, imaginamos o motivo, pelos precedentes) seus protocolos.

Portanto, ao compartilhar um post o benefício tem resultado positivo não apenas para o autor dele, mas também a você que passará a receber um conteúdo de maior qualidade em sua timeline.

Se você quiser compartilhar esse conteúdo em outras redes sociais ou por algum outro meio de comunicação também é possível. Para isso basta, no menu do post, escolher a opção “Copiar link para o Tweet”. Ao fazer isso ele (o link) é transferido para a memória do seu dispositivo (celular, tablet, laptop, etc.) e então basta colar no local desejado com Ctrl+V.

Além do mais, quando você compartilha o post aumenta a chance de que o autor dele seja conhecido por outras pessoas e consequentemente que seja inserido nas listas se “seguidos” delas.

Esse caminho é muito mais eficiente do que encher sua lista de “seguidos” de caçadores de “seguidores” que não postam conteúdo relevante e cobram de você por não tê-los seguido de volta.

Lembre-se: você recebe em sua timeline apenas uma amostragem de todo o conteúdo produzido pelos seus “seguidos” e parte desse conteúdo pode estar tomando o espaço de conteúdo relevante que poderia estar recebendo (e compartilhando!).

Entim, toda vez que você ver um post que acredite que vá trazer algum benefício compartilhe, não curta apenas.

Não me peça para seguir você, pois se fizer comentários interessantes e produzir conteúdos com a mesma qualidade quando menos perceber, estarei atrás de você. Mas não se assuste.

Compartilhe essa ideia.

Pai, casado, católico, matemático, analista de sistemas, pós-graduado em Gestão de TI (USP), enxadrista, karatedoka, especialista em Gestão do Tempo.

Publicidade
4 Comentários

4 Comments

  1. Pingback: Artigo semanal: Retweetar ou curtir? – O Grito

  2. Pingback: Artigo semanal: Retweetar ou curtir? – O Grito

  3. Pingback: Retweetar ou curtir? – O Grito

  4. Avatar

    ciceroferreirasilva

    27.04.2019 at 19:43

    —-no coments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites