Redes Sociais

Artigo

Quer um Conselho?

Francisco Teodorico

Publicado

em

Quer um Conselho? 15

Chega de enxugar gelo!

Eu não me lembro de ter passado a escritura do país a esses senhores que vêm escarnecendo do povo brasileiro. Você passou?

Não é possível que praticamente em fins de semanas alternados tenhamos que ir às ruas contra as decisões tomadas por nossas instituições e ainda por cima sermos acusados, de forma caluniosa, de fazermos parte de uma rede de intrigas, uma milícia coordenada pelo nosso Presidente.

Merecemos, além de respeito, um pouco de paz para vivermos nossas vidas com nossas famílias depois de uma semana inteira de trabalho árduo para sustentar esse Estado mastodôntico e corrupto.

Um Estado que deveria trabalhar em prol da sociedade, unindo-se para que tivéssemos melhores condições de vida e crescimento como povo, mas que o faz para beneficiar criminosos do colarinho branco e para dar sobrevida à rede de corrupção criada no país por décadas após o regime militar.

Quer um Conselho? 16

Infelizmente o que testemunhamos é uma partida de xadrez onde temos que contra-atacar nossas próprias instituições, que são nossas adversárias e não aliadas. Isso é inadmissível! Basta de legalismo para favorecer criminosos!

Essa rede cresceu de tal maneira que faria Gramsci orgulhar-se comendo uma pizza. O escárnio e o abuso de poder já ultrapassaram todos os limites do aceitável.

Uma das últimas decisões do STF, a que classifica Caixa 2 como jurisdição do TSE, praticamente enterra a Lava Jato. Todos nós sabemos que o TSE não tem estrutura para investigar (não conseguem nem resolver o problema de nosso sistema de urnas ilegais e inseguras) e os processos vão caducar! Lindbergh já foi um dos primeiros a usar o recurso…

Leia também: Supremo criou casta de criminosos políticos e sistema de exceção

E para piorar, segundo o próprio Ministro Marco Aurélio de Mello, outros processos que já transitaram julgado podem ser anulados! Olhem o tamanho do estrago.

Lembro-me de certa vez ter lido num artigo técnico onde dizia que um juiz não deve ser legalista e deve ter o bom senso de discernir se a aplicação (ou nesse caso uma interpretação deturpada) da lei trará mais benefícios ou prejuízos.

Outro flagrante de abuso de poder e de desrespeito às nossas leis foi o caso do Ministro Dias Tofolli que abriu um inquérito ilegal para investigar políticos e pessoas nas redes sociais que os criticam!

Este inquérito, aberto de forma ilícita para perseguir críticos é o ato mais grave já cometido pelo tribunal contra o Estado de Direito! Se fôssemos um país sério, todos os Ministros envolvidos nessa ilegalidade deveriam perder seus cargos!

“Em primeiro lugar deve-se esclarecer que, se nenhuma investigação deve ser inaugurada por autoridade judiciária, em respeito ao sistema penal acusatório consagrado em nosso texto constitucional e em obediência ao princípio da inércia (o magistrado não deve agir de ofício, mas apenas mediante provocação das partes), que rege toda e qualquer atividade jurisdicional, verdadeira garantida da imparcialidade dos membros do Poder Judiciário nacional, não é permitido aos magistrados afirmarem, ab initio, quais crimes merecem ser investigados e a respeito dos quais haveria elementos probatórios mínimos a justificar a atuação ministerial e/ou policial. Essa ‘atividade judicial espontânea’, própria de sistemas inquisitórias, com a devida vênia, é totalmente vedada a qualquer membro do Poder Judiciário brasileiro”.Todos os Direitos Reservados para República de Curitiba Editora. Proibida reprodução deste conteúdo”
(juiz Marcelo Bretas)

E esse mesmo Ministro, Dias Tofolli, ocupa espaço nas mídias para pedir apoio do povo? Já que está tão convicto assim de sua medida (que não é a primeira que afronta a Justiça), por que ele não o faz caminhando pelas ruas como fazem os políticos em época de eleição? Afinal, se suas atitudes são pelo bem do Brasil, será aplaudido, não? Sérgio Moro os recebe de forma expontânea…

Para quem não conhece a ferramenta constitucional (sim, está prevista na Constituição Federal!) chamada Conselho da República, eu sugiro veementemente a leitura do brilhante artigo de Evandro Pontes (“Conselho da República: uma solução disponível“) onde ele fundamenta muito bem os motivos pelos quais devemos usar essa instituição contida na Constituição Federal.

E para quem tiver curiosidade de consultar os artigos da Constituição Federal que abordam o assunto, basta clicar nos links a seguir:

Constituição Federal – Artigo 136
Constituição Federal – Artigo 89

Via Conselho da República o Presidente deverá exercer a sua liderança como Comandante da nação a fim de não só dirimir a crise institucional decorrente de decisões ilegítimas do STF e do CNJ.

De quebra, poderá exercer a tão sonhada articulação política de forma direta e sem intermediários, evitando assim o TLDC e a volta da política de coalizão e o capitalismo de laços, comandando com inteligência e estratégia outros dois pontos de fundamental retomada do equilíbrio institucional do Brasil: a crise de fronteira na Venezuela, a reforma da previdência e o pacote do Ministro Moro (membro nato do Conselho da República).

Presidente Jair Bolsonaro – instale agora o Conselho da República e mãos a obra! O Brasil não pode esperar mais!

Não é apenas seu mandato que começa a entrar em jogo – é a estabilidade democrática do Brasil.

(Evandro Pontes)

Em alguns momentos tenho a sensação que nossas redes sociais não passam de um jardim da infância: provocações de um lado e do outro, campanhas para subir hashtags com objetivo puro e simples de satisfação de ego.

É preciso usar essas ferramentas para objetivos mais eficientes, dar um passo, além da guerra de egos, começar a levar a sério as atitudes de nossos políticos, pararmos de empurrar com a barriga os problemas, de enxugar gelo, pois foi isso que nos trouxe até aqui.

Confesso que não vejo outra solução senão começarmos, todos, uma campanha nas redes sociais pelo Conselho da República.

No próximo dia 07 de Abril, quando haverá a próxima mobilização popular marcada para todo o Brasil, há a expectativa de que será gigante (#Dia07deAbrilSeráGIGANTE), maior que a anterior, que já foi enorme. Nela, devemos, além da Reforma da Previdência pedir também pelo Conselho da República, pois já vimos que o Senado Federal não cumprirá com sua obrigação.

Divulguem o máximo que puderem as hashtags (#ConselhoDaRepública #Dia07deAbrilSeráGIGANTE #JairInstaleoCR), marquem os amigos, nosso Presidente (@jairbolsonaro), seus filhos (@BolsonaroSP @CarlosBolsonaro), membros do Governo, Ministros, Senadores, Deputados, movimentos de rua (@MBLivre @NAS_RUAS @VemPraRua_br), etc.

É importante que pressionemos antes que corramos o risco de ver o criminoso de Curitiba solto, em Maio, devido a um eventual veredicto a ser tomado pelo STF.

E você, também quer um Conselho? É de graça.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Pai, casado, católico, matemático, analista de sistemas, pós-graduado em Gestão de TI (USP), enxadrista, karatedoka, especialista em Gestão do Tempo.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites