Redes Sociais

Artigo

Para que tanta pressa, por que andar depressa?

Francisco Teodorico

Publicado

em

Para que tanta pressa, por que andar depressa? 20

O que acontece se você colocar um sapo numa panela com água fervendo? Certamente você respondeu: ele pula para fora dela e foge.

Por que fiz essa pergunta tão óbvia? Você vai entender…

Na idade média os sindicatos, assim como as outras instituições, foram moldados como uma espécie de família.

Hoje os empregados se reúnem, nos sindicatos, em torno de seus interesses de classe contra o patrão. Na Idade Média, as pessoas se reuniam nas guildas (espécie de sindicatos medievais) e as decisões tomadas familiarmente, dividindo as tarefas.

A guilda dos sapateiros definia quantos sapatos você iria fazer, enquanto o outro que tinha mais necessidade, deveria fazer mais sapatos, e assim por diante tudo era resolvido familiarmente. Em que ponto será que houve a transformação para empresa, onde você compete pelos melhores lugares, numa luta de interesse pessoal, onde você é descartável? [90]

Está esquentando aqui, não?

Em que ponto será que passamos a encarar com naturalidade uma pessoa casada ir a um evento artístico sem a companhia do cônjuge, agir como se não tivesse compromisso com ninguém e mentir com a mesma facilidade com que respira? [100]

Onde foi que perdemos o vínculo com nossos valores e nossa capacidade de tomar as decisões certas? Será que aconteceu de repente? A continuar assim, o Estado vai querer tutelar tudo em nossas vidas.

O Congresso Nacional aprovou a doação de orgãos por optin, abrindo um precedente perigoso para a interferência do Estado na vida do cidadão, fundamentando-se num princípio coletivista. Lembram-se do caso Lambert, na França? O socialismo/comunismo também se fundamenta nesse tipo de princípio. Falar em nome do coletivismo é um caminho nebuloso.

Do jeito que a coisa vai, daqui a pouco o Estado vai querer legalizar a mendicância nas ruas! Ops… Já fizeram isso. [80]

O que é essa bolhinha subindo na água?

Há pouco mais de uma semana, o perfil do @Isentões, divulgou, no Twitter, informações,
de domínio público, que mostravam o valor que um integrante de um programa de rádio muito famoso recebia do Governo Federal antes da eleição de Bolsonaro. Logo depois sua conta foi bloqueada sumariamente, sem um aviso prévio sequer, justificando apenas um “comportamento incomum”.

A censura não havia sido proibida no país?

Esses fatos vêm se tornando cada vez mais frequentes contra conservadores, mas não vemos uma palavra sequer contra isso nas grandes mídias.

Para que tanta pressa, por que andar depressa? 21

E a água esquenta.

O Brasil inteiro testemunhou Gleen Greenwald publicar mensagens do celular de um juiz. Mensagens que foram obtidas, como afirmávamos desde o início, de forma criminosa.

Até então, testemunhamos diversos criminosos não serem condenados devido ao fato de provas ilícitas não poderem ser usadas. O que mudou? O acusado ser um conservador, um homem íntegro?

Assistimos a tudo isso atônitos, porém, levantando palavras de ordem, hashtags no Twitter, oras bolas!

E a água esquenta.

O debate eleitoral no Brasil sempre foi polarizado entre a extrema Esquerda e a Esquerda moderada. A Direita nunca teve espaço nesse cenário. Quando a internet deu voz às pessoas, ela cresceu exponencialmente, elegendo um Presidente que gastou com sua campanha um valor infinitamente menor que seus adversários, apesar das vozes conservadoras não terem espaço nas grandes mídias (jornais, revistas, TV, etc.).

Ah… mas isso é “normal”, afinal, a Esquerda domina o establishment.

As denúncias contra os Ministros do STF abundam, como é de conhecimento de todos. Muitas delas gravíssimas. Num país sério já teriam renunciado em massa. Aqui, agem como se nada estivesse acontecendo.

O Ministro Luiz Fux deferiu a liminar para determinar a preservação de provas já colhidas na Operação Spoofing que investiga a suposta (sic) invasão de telefones de autoridades [10]. Mas essas provas não são ilícitas? Qual o objetivo? E se os ministros foram hackeados, podem eles ser juízes e vítimas? Será possível que ninguém mais consegue analisar as consequências das ações?

Ah… não deve ser nada…

O Presidente da OAB fez de tudo para que o criminoso que tentou matar Bolsonaro não fosse devidamente investigado. Entretanto solicitou ao STF que Bolsonaro desse explicações sobre comentário feito pelo Presidente acerca da morte de seu pai, há 50 anos atrás, um homem que fazia parte de um grupo comunista violento que tinha por hábito o justiçamento? E foi atendido pelo Ministro Barroso! [20]

Resumindo: um criminoso não pode ser investigado e não se pode afirmar que um comunista pode ter sido morto pelos seus próprios companheiros.

O plenário do STF referendou liminar que suspende trecho de medida provisória que transferia a demarcação de terras indígenas para o Ministério da Agricultura [30].

O Supremo recebeu ação da OAB contra contingenciamento de verbas de universidades federais, num processo atribuído ao ministro Celso de Mello. [60] Sim, aquele mesmo, que foi motivado pelas bandalheiras que tanto vimos em nossas universidades. Aquele que foi planejado para investir na nova geração que está chegando, com o objetivo que não seja mais doutrinada como antes. Mas quem esse Governo deve pensar que é para querer recolocar o país nos eixos em uma direção contrária à esquerda, não é mesmo?

O atual Presidente do STF, Dias Toffoli, que segundo Dr. Carvalhosa, é responsável por 59 crimes e figura central num esquema de corrupção [40], determina a suspensão nacional de processos sobre compartilhamento de dados fiscais sem autorização judicial que coincidiu com a investigação de seus familiares, de acusações de movimentações estranhas envolvendo o dono do The Intercept e relacionadas a Gilmar Mendes. Mas tudo deve ser só coincidência…

Está meio quente aqui, não?

STF estabelece que homotransfobia (seja lá o que isso quer dizer) agora é crime. STF agora pode legislar?

É possível alterar o nome social no registro civil. Pergunto: se um homem que acredita que é uma mulher usar desse direito, chegar inconsciente no hospital, sozinho, precisando de atendimento de urgência, for medicado com drogas específicas para uma mulher e sofrer as consequências disso, o médico ou o hospital podem ser responsabilizados?

E se criminosos perigosos, que seriam encarceirados em presídios de segurança máxima começarem a se autodeclarar “transexuais” para escapar desse tipo de presídio, já que não existem para mulheres?

Pode o STF agir como ativista político? Acha que é exagero, meu? Veja a hashtag usada no perfil oficial no Twitter. Disfarçar para que, não é?

Para que tanta pressa, por que andar depressa? 22

Estariam tentando criar o caos para dar fundamento à linha ideológica que defende que as prisões sejam extintas? Sim, isso existe!

O STF foi privatizado pela Esquerda? Será que há alguma relação com o “ninguém solta a mão de ninguém”?

Só eu tenho a sensação que o STF interpreta os pedidos sempre contra nosso Governo conservador? Essa instituição não deveria apenas zelar pelo cumprimento da Constituição e não interferir no outro Poder, respeitando o princípio da independência entre os poderes?

Essa água está mais do que morna, não?

Há poucas semanas atrás víamos a movimentação no Congresso Nacional com o objetivo de instalar o parlamentarismo no Brasil. Será que alguém se espantaria se algum dia desses o STF criar uma lei atribuindo a si a autoridade de governar o país alegando que os outros dois poderes não estão cumprindo com seus papéis? Não, isso não é absurdo, pois foi exatamente o que aconteceu com a criminalização da homofobia (que sequer definiram o que é, aumentando ainda mais o absurdo).

Um magistrado do TRF4 alegou que “a tortura durante o regime militar é fato notório e dispensa provas”. Mesmo que não houvesse o depoimento do autor, o simples fato de ter sido preso político, acusado de subversão, e de ter sido submetido a interrogatório, pressupõe tal prática”. Como???

“O magistrado acrescentou que a tortura durante o regime militar é fato notório e dispensa provas. Mesmo que não houvesse o depoimento do autor, o simples fato de ter sido preso político, acusado de subversão, e de ter sido submetido a interrogatório, pressupõe tal prática”

Vivemos uma distopia tupiniquim.

E a água continua esquentando…

Há muito tempo a solução para os nossos problemas parece ser a que os peruanos adotaram… [110]

Voltando ao sapo, para que ele não pule da panela, você deve colocá-lo na água em temperatura ambiente e ir aumentando-a gradativamente, sem que ele perceba. Então ele morrerá cozido, sem notar o que está acontecendo à sua volta.

Essa água já está fervendo.

 


[10] Partido ajuíza ação para impedir destruição de provas encontradas com hackers em operação da PF

[20] Ministro Barroso estabelece prazo de 15 dias para manifestação do presidente Bolsonaro à interpelação da OAB

[30] Plenário referenda liminar que suspendeu medida provisória que transferia demarcação de terras indígenas para Ministério da Agricultura

[40] Jurista Carvalhosa: “Toffoli é figura central de um esquema de corrupção”

[50] Presidente do STF determina suspensão nacional de processos sobre compartilhamento de dados fiscais sem autorização judicial

[60] Supremo recebe ação da OAB contra contingenciamento de verbas de universidades federais

[70] Crimes cometidos contra direitos humanos na ditadura militar são imprescritíveis, decide TRF4

[80] Cidade da Suécia exige licença para mendigar nas ruas

[90] Ganância e preparação para a morte (Homilia Dominical.494: 18.º Domingo do Tempo Comum)

[100] Mulher casada processa o cantor Thulio Milionário e desabafa: “Fui forçada a beijar”

[110] Congresso peruano aprova destituição de cúpula do judiciário do país

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Pai, casado, católico, matemático, analista de sistemas, pós-graduado em Gestão de TI (USP), enxadrista, karatedoka, especialista em Gestão do Tempo.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites