Redes Sociais

Opinião

COLUNA: Os blogueiros de Thiago Anastácio

Carlos Júnior

Publicado

em

Reprodução | CNN Brasil

O sr. Thiago Anastácio é uma graça. O Grande Debate da CNN vira o trem da alegria com as suas participações. Primeiro por suas caretas de indignação, segundo por sua pose e afetação de sabedoria e por último – e não menos importante – suas pérolas maravilhosas. Thiago é o típico sujeito denominado ‘’intelectual’’ no Brasil: aquele que fala banalidades em tom agradável ao mainstream e ao beautiful people sem mesmo saber do que está falando. Isso não é necessário. Basta parecer inteligente e tudo está bem.

A mais nova pérola do sr. Thiago Anastácio foi diferenciar o ‘’jornalismo sério’’ dos ‘’blogueiros que ficam espalhando mentiras por aí’’. Do que já acompanhei desse sujeito em outras edições do Grande Debate, ele apelou mais uma vez à separação entre grande mídia e mídia alternativa, trucidando essa e dando louvores àquela. O que sai na grande mídia é tido como verdade absoluta; o que sai na mídia alternativa é panfletagem duvidosa. Assim pensam as cabeças similares a do sr. Anastácio.

Quem tem mais de dois neurônios em bom funcionamento sabe que a coisa não funciona assim. O sr. Anastácio não me parece ter chegado no nível Dilma Rousseff da inteligência, mas certamente falou do que não conhece.

A primeira coisa que chamou a minha atenção foi o uso do termo ‘’blogueiro’’ em sua fala. Outra vez ele copia um expediente comum da grande mídia ao classificar assim os jornalistas da mídia independente que não rezam a cartilha esquerdista e não comungam da mesma visão de mundo do beautiful people. Aí não há a utilização de um termo para a descrição precisa da realidade – como seria o esperado. Há apenas e tão somente a tentativa de depreciar e desqualificar os guetos pré-iluministas que se metem a fazer jornalismo sem dizer amém à patota progressista. É mesmo uma ofensa, não? Como admitir que um Olavo de Carvalho, um Sílvio Grimaldo, um Oswaldo Eustáquio ou até mesmo o autor destas linhas exerçam a atividade jornalística sem concordar com as banalidades defendidas pelo sr. Anastácio? Muita pretensão, caro leitor. Peço sinceras desculpas.

Ao falar de ‘’blogueiros que espalham mentiras’’, Thiago Anastácio realmente me colocou em dúvida: estaria ele se referindo aos seus pares da grande mídia? É para refletir bastante. Caso o advogado e comentarista iluminado não conheça, a imprensa louvada por ele é a grande propagadora de mentiras graúdas – daquelas que desmascaradas poderiam fazer as pessoas repensarem sobre muitas coisas que elas acreditaram cegamente. Os exemplos são inúmeros, mas vou focar apenas na (I) omissão do Foro de São Paulo, (II) tentativa de associação de Jair Bolsonaro ao nazismo por um boato nas eleições de 2018 e (III) na desqualificação da hidroxicloroquina para o tratamento do coronavírus.

O Foro de São Paulo foi fundado por Luís Inácio Lula da Silva em 1990 com o objetivo declarado de ‘’recuperar na América Latina o que foi perdido no Leste Europeu’’, ou seja, o comunismo. Documentos, atas conjuntas e discursos do sr. Lula atestam não apenas isso, mas também que o Foro tinha como coadjuvantes de luxo organizações terroristas e narcotraficantes como as FARC e o MIR chileno. Olavo de Carvalho foi o único na mídia nacional a denunciá-lo e a apontar para o seu iminente perigo – pagando por isso com empregos perdidos, ameaças e ridicularizações. O resto da grande mídia continuou no mais olímpico silêncio e fingiu que o Foro não existia – e se existisse, não tinha importância. Vejam: a maior e mais poderosa entidade política de toda a história da América Latina passou despercebida por uma imprensa que se gaba de ser profundamente investigativa. Afinal, Olavo de Carvalho é um maluco lunático sem diploma e por isso não deve ser levado a sério, não é mesmo?

Na eleição de 2018 a grande mídia foi uma força política que fez de tudo para evitar o triunfo eleitoral de Jair Bolsonaro. Não adiantou, mas ela fez de tudo. Revirou seu passado, impôs rótulos difamatórios à sua atuação no Congresso e tachou seus eleitores dos piores adjetivos possíveis. A coisa mais reveladora de sua parcialidade foi a tentativa de associação de Bolsonaro com o nazismo. Como mostrei em artigo, foram dois episódios do tipo. O sr. Lauro Jardim, do jornal O Globo, postou em seu blog uma manchete intitulada ‘’Livrarias colocam Bolsonaro ao lado de livros sobre Hitler’’. É uma estupidez sem comentários. Mas o caso da jovem que disse ter sido marcada por bolsonaristas é revelador: a grande mídia comprou a assertiva sem verificar os fatos e emplacou a narrativa dos ‘’terríveis atos violentos’’ protagonizados por eleitores de Bolsonaro. Não houve retratação nem mesmo quando a narrativa virou pó e foi comprovada a farsa.

Por último temos a cruzada da imprensa e dos ‘’especialistas’’ contra a hidroxicloroquina, remédio utilizado no tratamento do coronavírus. A grande mídia em peso declarou guerra ao medicamento pelo simples fato do seu uso ter sido propagado pelo presidente Bolsonaro. E só. Pura birra politicamente motivada. Estudos e mais estudos comprovam a eficácia do medicamento, enquanto outros dizem o oposto. Paciência. Afinal, estamos falando de ciência, um campo de conhecimento em que dificilmente encontramos um consenso. Mas para os iluminados o consenso já existe e a hidroxicloroquina não funciona. Ponto final. De nada valem os estudos e as evidências que dão razão não ao presidente Bolsonaro, mas aos médicos e cientistas que defendem o medicamento. O importante mesmo é birrar com o presidente e posar de intelectual.

É nessa mídia que o sr. Thiago Anastácio confia. É isso que ele denomina como ‘’jornalismo sério’’. Afinal, blogueiros são os outros. O que seus pares dizem é uma verdade do Evangelho; o que sai neste Conexão Política e na mídia independente é informação suspeita pura e simples.

Por essas e outras que a esquerda brasileira caminhará de derrota em derrota até a suprema humilhação. E é por isso que quando vejo o sr. Thiago Anastácio no Grande Debate eu acho graça. Dele eu só consigo rir das caretas e das pérolas, porque o seu conteúdo é uma tristeza infinita.

Referências:

  1. https://www.youtube.com/watch?v=ZAsJVzQsN2w
  2. http://www.biblioteca.presidencia.gov.br/presidencia/ex-presidentes/luiz-inacio-lula-da-silva/discursos/1o-mandato/2005/02-07-2005-discurso-do-presidente-da-republica-luiz-inacio-lula-da-silva-na-reuniao-do-conselho-de-cupula-do-mercosul/view
  3. https://conexaopolitica.com.br/artigo/os-verdadeiros-mentirosos/
  4. https://pjmedia.com/news-and-politics/matt-margolis/2020/07/03/trump-vindicated-by-new-peer-reviewed-hydroxychloroquine-study-showing-reduced-covid-19-mortality-n602456
Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Jornalista. Escreve sobre politica brasileira e americana, com análises não vistas na grande mídia.

alan correa criação de sites