Redes Sociais

Artigo

Opinião: A necessidade de discordar

No Brasil, até o remédio foi politizado.

Tiago Netto

Publicado

em

Reprodução

Vivemos dias obscuros na nação brasileira, como nunca tínhamos visto. O presidente da República, além de lidar com o vírus chinês, é obrigado a lidar com o vírus que sai da boca de muitos políticos que insistem em querer infectar a população brasileira, pela simples necessidade de discordar.

Ser oposição no país foi ressignificado para: “Se Bolsonaro elogiar o sol, eu o criticarei”. As pesquisas sobre o uso de cloroquina estão sendo feitas, mas enquanto não chegam a dados conclusivos, as experiências dos pacientes submetidos ao medicamento são um norte para o intenso combate ao Covid-19. Mas pelo simples fato do chefe do Executivo ter sido a favor, uma massa de “profetas do caos” se levantam para criticar e brigar contra o remédio.

Pois é, caro leitor, politizaram um remédio, que até semanas atrás era vendido na santa paz, nas farmácias brasileiras e já atendia diversos pacientes de outras doenças. Precisamos pensar em salvar vidas e usar os bons resultados do remédio para mudar o cenário de morte violenta que pode vir sobre o Brasil.

Parabéns aos médicos que deixaram vir a público o que usaram durante seus tratamentos contra o coronavírus. Parabéns ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que deixou a decisão de usar o medicamento nas mãos do médico e de seu paciente.

O Brasil não precisa de você, político que quer fazer palanque em cima do coronavírus e de tantas mortes. O Brasil precisa de pessoas que deem a cara a tapa para resolver a situação!

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Colunista do Conexão Política. Brasileiro com muito orgulho e apaixonado por esta nação. Cristão.

alan correa criação de sites