Redes Sociais

Artigo

O que há por trás do texto do profeta Isaías sobre a Síria?

Athos Menezes

Publicado

em

Durante as últimas semanas foram observadas milhares de publicações envolvendo os conflitos dentro do território Sírio. Crianças mortas, pais cuidando de filhos feridos e mulheres desesperadas são algumas das temáticas apresentadas nas imagens divulgadas por internautas. Mas o que, de fato, veio chamando a atenção de muitas pessoas foram as constantes publicações de um texto do profeta Isaías onde ele lança uma maldição sobre a Síria. Segundo a interpretação de alguns o cumprimento dessa profecia está se dando nos dias atuais com a presença Jihadista assolando o governo de Bashar al-Assad. O texto de Isaías diz o seguinte:

 

Advertência contra Damasco: “Damasco deixará de ser cidade; e se tornará um monte de ruínas. Suas cidades serão abandonadas; serão entregues aos rebanhos que ali se deitarão, e ninguém os espantará. Efraim deixará de ser uma fortaleza, e Damasco uma realeza; o remanescente de Arã será como a glória dos israelitas”, anuncia o Senhor dos Exércitos. Isaías 17:1-3

 O texto continua

Naquele dia as suas cidades fortes, que tinham sido abandonadas por causa dos israelitas, serão como lugares entregues aos bosques e ao mato. E tudo será desolação. Isaías 17:9,10

 

O texto não fala apenas de uma destruição de Damasco, mas também de Israel (Neste Contexto o profeta fala de Israel do Norte e de sua capital Samaria). Israel do Norte não existe hoje, o que seria uma premissa para finalizar especulações sobre o texto do profeta Isaías.  Entretanto, o profeta Isaías estava falando do império Assírio que estava em ascensão conquistando boa parte do Oriente Médio. Neste plano estava incluso a conquista de Samaria, Damasco (capital da Síria) e até mesmo Jerusalém. Esta última cidade, recebeu uma intervenção divina devido as ameaças do Rei Senaqueribe, segundo o relato do mesmo profeta.  O que se observa é uma tentativa infeliz de conquistar likes e RT’s a todo o custo. Além, é óbvio, do sensacionalismo infeliz e barato de muitos cristãos.    

Clássico, Patriota, Cristão e Honesto. Tudo aquilo que o outro lado não gosta!

alan correa criação de sites