Redes Sociais

Artigo

“Muito obrigado por defender meu povo”, diz leitor

Publicado

em

Prisioneiros do campo de Ebensee, na Áustria, em 1945 / Reprodução

Apesar do humor em alusão à Folha usado no título deste artigo, sinto em dizer que o mesmo não é mais um texto recheado de troça e sarcasmo, como costumo fazer. De fato é um “diz leitor”. 

Contextualizando: Em uma dessas tretas no Twitter, defendi o Estado de Israel das acusações infames de atacar o Não Estado da Pelestina. A imprensa mostra semanalmente Israel defendendo-se de terroristas, apontando-os como atacantes. Só mesmo gente que passou por lavagem cerebral pesada acredita nesse tipo de narrativa anti Israel.

Prontamente um leitor enviou-me um mensagem em meu perfil privado, que dizia: “Sr Anderson, muito obrigado por defender meu povo. D’us lhe abençoe e te dê tudo de que necessita. Oraremos pelo Sr. Gostaria de pôr abaixo um simples texto de nosso povo”.

O texto em questão, que o leitor comenta em privado, é belíssimo, de sua autoria. Insistiu-me de que não fazia questão de ser creditado pelas linhas que reproduzo abaixo. Boa leitura.


Nós sobrevivemos aos Egípcios, Babilônios, Persas, Gregos, Romanos, Otomanos, Alemães, Soviéticos e o restante do mundo …

Por que aqueles que fazem demonstrações frente a embaixada de Israel acreditam que em algum momento eles vencerão a partida contra os Judeus? Após 65 anos do Holocausto, os Judeus têm uma nação próspera e moderna no mesmo lugar onde seus vizinhos não tem mais que a miséria e deserto com muita areia. Além disso, todos os anos Judeus ganham ao menos um prêmio Nobel – 25% dos prêmios Nobel da história, 170 deles, são Judeus. Todos esses que fazem demonstrações frente a embaixada de Israel e odeiam os Judeus, odeiam a metade inteligente da humanidade.

Deixemos bem claro:, não sou Judeu, mas sim Católico, mas não sou estúpido. Jesus era Judeu e nunca renunciou ao seu judaísmo. São Paulo de Tarso era Judeu, a Virgem Maria era Judia, os doze apóstolos e os primeiros Papas da Igreja foram Judeus.

Claro, meus amigos socialistas, inimigos dos Judeus,- lhes digo que Karl Marx era Judeu, mas também o foram os criadores filosóficos de capitalismo, Samuelson, Milton Friedman etc.
Se você investe na bolsa, deve usar as teorias de Markowitz, que era Judeu. Nenhum dos que se manifestam contra Israel pode ir ao psicólogo (Sigmud Freud era Judeu), não deve tomar aspirina (Spiro era judeu), não pode ser diabéticos porque você me dirá … o criador da forma de aplicar insulina, Karl Landsteiner era Judeu. Tampouco pode ser vacinado contra a poliomielite, contra a cólera, nem contra a tuberculose, já que seus inventores ou descobridores foram famosos Judeus.

Nenhum dos que vão a demonstração contra Israel pode ir vestido já que Isaac Singer, o da máquina de costurar, era Judeu … Evidente, nem pode usar jeans, porque Levi Strauss era mais um Judeu. Calvin Klein, Ralph Lauren ou Donna Karan, famosos designers de roupas, são Judeus.

Ah! o microfone que usam para gritar mensagens explosivas contra os Judeus foi invento de um Judeu chamado Emil Berliner. E um tal Philip Reiss, também Judeu, trabalhou no aparelho de ouvir que serviu de base para o telefone …

A primeira máquina calculadora foi idéia de um Judeu, Abraão Stern. os palitos de fósforo são invenção de um Judeu, Sansão Valobra. Claro que nestas manifestações não se deve usar nenhuma das ideias filosóficas de Durkheim, Spinoza ou Strauss embora sejam fundamentais para a nossa sociedade …

Kafka era Judeu, Albert Einstein era Judeu, Ana Frank foi Judia.

Nada de usar o Google já que os seus criadores, Larry Page e Sergey Brin são Judeus. adeus Batman e Homem-Aranha, porque Max Fleischer, o criador da Marvel Comics é Judeu.

Todos os que se manifestam contra Israel devem usar apenas brinquedos de corda porque as pilhas Energizer são coisa de Joshua Lionel. Sim senhoras e cavalheiros, ele era Judeu.

Uma empresa de Israel foi a primeira a desenvolver e instalar uma fábrica que trabalha só com energia solar para produção de electricidade em grandes quantidades no deserto de Mojave na Califórnia. Também o USB e os PenDrivers foram inventos de Judeus de Israel!

Todos os jovens da geração video-game devem abandonar seus monitores de vídeo Sega, já que são coisa do Judeu David Rosen. Aproveite e esqueça os sorvete Haagen- Daaz ou os Donuts.

As lindas mulheres que vão demonstrar contra os Judeus terão que deixar de maquiar-se já que Esthee Lauder é Judia tal como Helena Rubinstein, e – claro – nada de bonecas Barbies.

E sobre quem gosta de música? Nada de ouvir maestros como Leonard Bernstein ou Daniel Baremboim, este Israelense e ambos Judeus. Nenhum dos manifestantes deve assistir filmes da MGM ou da Warner Bros, nem o canal Fox ou o Universal Studios ou a Columbia Pictures. Não mais assistir Spielberg, Harrison Ford, Paul Newman, Kirk Douglas, Jessica Parker, Dustin Hoffman ou Barbara Streisand entre centenas de artistas.

Progressistas do mundo, parem de sujar suas mãos com produtos de Judeus, metade do que há de bom no mundo nós devemos a eles.

Falemos a verdade: qual é o único Estado realmente democrático, moderno, Ocidental, limpo, secular, laico em todo o Oriente Próximo e Oriente Medio? Qual é o único país do mundo em que há hoje mais árvores que havia há cem anos? Qual país tem a maior média de Universitários por habitante no mundo? Em que país se produz mais documentos científicos por habitante que qualquer outro país? Qual foi a primeira nação do mundo a adotar o processo Kimberly, que é um padrão internacional que certifica os diamantes como “oriundos de zonas livres de conflito “?

Qual país desenvolveu a primeira Câmara de Video ingerível, tão pequena que se cabe no interior de um comprimido e é usada para observar o intestino fino por dentro, e ajuda no diagnóstico de câncer e outros distúrbios digestivos? Em que país foi desenvolvida a tecnologia de irrigação por gotejamento? E onde foi que Albert Einsten fundou uma Universidade? Qual é o 2° país em leitura de livros por habitante?

Qual é o país que fornece ajuda humanitária em todo o mundo, o tempo todo? Que país enviou ao Haiti uma equipe de resgate com 200 pessoas logo após o terremoto? Que país montou uma clínica de resgate, em seguida ao terremoto devastador no Japão? Que país faz gratuitamente cirurgias de coração para salvar a vida de mais de 2.300 crianças, incluindo os Palestinos?

Parabéns, acertaste … I S R A E L !!!


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Cristão, conservador — o termo usado por idiotas é extrema direita: pró-vida, pró-família, pró-armas —, pedagogo, escritor e poeta. Vivo de poesia pra não morrer de razão. — www.andersonsandes.net

Publicidade
8 Comentários

8 Comments

  1. César

    16.04.2019 at 20:37

    São várias as partes bíblicas que atestam que Israel está diante de Deus para sempre, e que Deus ainda o terá por seu povo. Esta é apenas umas das várias (quase 50) que disponho. Não tenho, logicamente, como colocar tudo, porque este espaço não cabe uma coletânea destas. Vejamos:
    * Gênesis, 17:7-8 “E estabelecerei a Minha aliança entre Mim e ti e a tua descendência depois de ti em suas gerações, por aliança perpétua, para te ser a ti por Deus, e à tua descendência depois de ti. E te darei a ti e à tua descendência depois de ti, a terra de tuas peregrinações, toda a terra de Canaã em PERPÉTUA POSSESSÃO e ser-lhes-ei o seu Deus.”
    Aos que acreditam que hoje Israel seja somente uma expressão para um povo misturado e espiritual, temos de fato o chamado “judeu pela fé”, e a Bíblia tem trechos confirmando, mas isto não lança por terra a promessa de Deus a Seu povo ali, descendência carnal de Abraão. Quem puder entender que o céu será povoado por judeus e gentios (que se tornaram judeus pela fé), acredite, quem não acreditar, e acha que somente um ou outro entrará no céu, deve ter então um conhecimento acima de Deus para afirmar isto.
    O fato de que gentios entrarão no céu (entre outros, * Mateus, 21:43) ou dos filhos de Israel pela fé,como Paulo em vários trechos discorre, não anula a promessa de Deus sobre os filhos descendentes carnais de Abraão. Leia todo o livro de Zacarias, que fala muito do assunto, além de várias passagens de Jeremias…
    E, sobre a paz entre estes 2 povos, são 2 irmãos em perpétua luta, mas os filhos de Edom (Esaú) traíram primeiro a Israel, e Deus estabeleceu que viveriam em eterno conflito. Deus foi injusto? Leiam * Obadias, 1:10-15 e 18-19 depois * Malaquias, 1:1-5, e vários outros, como * Romanos, 9:10-16, entre vários outros…
    Leiam o * Salmo 137. E foi Deus quem determinou que haviam 2 nações em luta desde o ventre de Rebeca, mas o menor serviria ao maior (* Gênesis, 25:22-23)
    Sobre a paz em Israel, e desejar o bem para Israel (que a esquerda odeia, o povo judeu, e sua aproximação com o Brasil atual), vejamos o que diz a Palavra de Deus: * Salmos, 122:6 “Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam.”
    Se a aproximação entre Israel e Brasil não fosse uma Obra de Deus, por que o diabo e os seus escravizados estão tão irados com isso?
    Deus abençoe a corajosa equipe do conexão política!

  2. Rita Cristina Amorim Gaspar

    12.04.2019 at 05:39

    Ok,ok,mais o povo palestino tanto como os judeus precisam de terra ,precisam de um lugar,então que seja dividida essa terra para ambos os povos e se acabe essa guerra secular e que a paz volte a reinar.

  3. Juliana

    11.04.2019 at 17:00

    Que lindo texto. Nem poderia imaginar tudo isso.

  4. Pedro Rocha

    10.04.2019 at 13:17

    Triste ver um sedizente católico com esse discurso sionista, como se o Estado de Israel fosse uma espécie de “divindade” acima de críticas.

    Por isso eu não me refiro a judeus como uma “categoria” de seres humanos, seja para exaltar ou criticar. Tampouco vejo as ações do Governo israelense como a vontade de todo um grupo étnico.

  5. Lia Maria de Souza

    10.04.2019 at 03:35

    Assino embaixo, mas é preciso ressalvas, muitos judeus são traidores de seu povo, são pró-palestinos, um deles Daniel Barenboim, não? Me dá nojo ler o judeu pai de menina morta pelo Champinha, aquilo é um mostro, ainda bem que ela não está vendo o verdadeiro pai revelado após sua terrível morte e o fedor se espalha na família e parte da ”comunidade judaica” onde se inserem.
    Existir um povo palestino sem um pais é possível, há ciganos assim, mas ciganos têm as origens bem provadas na história, mesmo sem um território definido como ”país cigano”, embora bem poderia ser na Romênia. Palestinos podem demonstrar a mesma coisa? Em que época tiveram um território, ainda que fruto de conquista numa guerra, identificado como Palestina?Antes ou depois dos romanos? Do mesmo jeito que existiu um Israel? Algum mapa comprova?
    Que recebam um chão e ”montem” seu país nem é a coisa difícil, o problema que querem as mesmas terras e, claro, agora que está tudo ”pronto” em Israel, fica mais fácil pegar do que desenvolver um igual ou melhor. Se for para Israel devolver algum território seu, conquistado ou não, para eles, se essa for a única coisa viável, então que entreguem como receberam: na pedra nua e que comecem do nada.

  6. Dumont Santos

    10.04.2019 at 01:32

    Os judeus são o povo escolhido de Deus, através do qual Cristo veio ao mundo. Nós, os cristãos, como diz o apóstolo Paulo, fomos apenas “enxertados” neles porque Deus ama todos os homens. Assim, não é de se admirar esse sucesso, esse destaque, essa exclusividade que os judeus têm. Lutar contra Israel é lutar contra um povo escolhido, contra aqueles que Deus escolheu e através dos quais também fomos escolhidos por Ele.

    • Pedro Rocha

      10.04.2019 at 15:30

      Fico admirado como cada vez mais o racismo e as blasfêmias sionistas estão sendo repetidos por ditos cristãos.

      “Todos vós que fostes batizados em Cristo, vos revestistes de Cristo.Já não há judeu nem grego, nem escravo nem livre, nem homem nem mulher, pois todos vós sois um em Cristo Jesus. Ora, se sois de Cristo, então sois verdadeiramente a descendência de Abraão, herdeiros segundo a promessa.” (Gálatas 3, 27-29)

      “A Escritura diz: Todo o que nele crer não será confundido [Is 28,16]. Pois não há distinção entre judeu e grego, porque todos têm um mesmo Senhor, rico para com todos os que o invocam” (Romanos 10, 11-12)

      O Cristianismo não admite distinção racial ou étnica, por isso mesmo se espalhou pelo mundo e não se prendeu ao elitismo farisaico resgatado pelos sionistas no século XIX!

  7. Cynthia

    09.04.2019 at 23:06

    Que texto maravilhoso! Preenche a alma de saber, cultura e emoção. Abre os olhos ser humano para sua humanidade!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites