Liberdade de invencionice para a corrente dominante, censura de crítica para você

Autor: 5 Comentários Compartilhar:

Nos acostumamos a engolir calados o ludíbrio nativo da corrente dominante da imprensa, de que qualquer tentativa de questionar, criticar ou refutar determinada informação por ela apresentada, ou em português mais objetivo, qualquer embuste por ela disseminado, trata-se de uma hedionda censura da liberdade de imprensa, de um ataque ao beatificado jornalismo, uma ressurreição da censura ditatorial.

Testemunhamos essa superposição do mainstream midiático galgar degraus cada vez mais extremos da efetivação desta artimanha elementar para o sistema de Hegemonia Cultural da esquerda nos últimos 15 anos. O movimento atingiu seu ápice, após formado o exército de pseudo-jornalistas domesticados pela elite periodiqueira nacional. Hoje travamos uma verdadeira guerra ideológica entre redações, onde uma ainda pequena parte da nova imprensa busca resgatar o verdadeiro espírito jornalístico, comprometido única e exclusivamente com a verdade, mesmo que isso represente um ataque à suas próprias crenças políticas, sociais e filosóficas.

Após a espartânica obstinação dos meios de comunicação alternativos de caráter liberal-conservador que compuseram o movimento que retirou do poder a supremacia Marxista-Leninista, pela primeira vez em mais de 40 anos a corrente dominante do jornalismo brasileiro viu-se ameaçada. Mal acostumados à oposição ideológica, a grande imprensa brasileira atirou-se deliberadamente sobre uma campanha descaradamente parcial contra a esmagadora maioria dos eleitores.

Após o resultado obtido nas urnas, e a confirmação de que a doutrinação ideológica do mainstream midiático não mais possui qualquer relevância, o que estamos acompanhando são constrangedoras tentativas de inversão dialética da informação, naturalmente fracassadas desde seu princípio mesmo.

Durante a semana que se passou podemos observar 2 exemplos da situação desalentada da grande imprensa:

Pena de Morte

O mainstream levanta uma suposta informação de que o tema ‘pena de morte’ seria firmemente debatido durante o governo Bolsonaro. Após tomar conhecimento da fábula, o presidente eleito, através de sua conta oficial no Twitter, encerra categoricamente qualquer possibilidade de incluir tal item em seu plano de governo.

Estupefata com a diafaneidade da resposta de Jair Bolsonaro, a corrente dominante prontamente – e embaraçosamente – usa da dialética para reverter a responsabilidade da invencionice à quem sofreu a calúnia, afirmando a patacoada de que Jair Bolsonaro havia ‘desautorizado’ seu filho Eduardo, que nem parte da equipe de governo faz, em introduzir o tema pena de morte em supostas discussões do plano governamental.

Convite à Maduro para posse

Após declaração oficial de Jair, como sempre através de sua conta no Twitter, informando que o governo eleito não convidará o ditador venezuelano para a cerimônia de posse em Janeiro, novamente a corrente dominante, túrbida e sínica, reforça a confiabilíssima comunicação oficial de Nicholás Maduro que o governo brasileiro já o havia convidado para a cerimônia, acusando assim o presidente eleito de desconvidar o ilustríssimo crápula bolivariano. Não precisamos aqui nos estender na dissecação do fato de que Jair Bolsonaro e sua equipe ainda não tomaram posse, e que portanto, Ernesto Araújo também não possui qualquer jurisdição sobre ações do Itamaraty, tendo assim a atual gestão, sob batuta de Aloysio Nunes, feito o convite efetivamente. Não somos idiotas.

Estamos preparados para encarar de frente a guerra ideológica imposta pela grande imprensa, pois a nossa causa é justa e comprometida com a verdade.

Post anterior

“Ou se nasce homem, ou se nasce mulher”, diz Bolsonaro em inauguração de colégio

Próximo post

Veja o exato momento em que Humberto Costa é xingado durante jogo de futebol

Você pode gostar também:

Não!

5 Comentários

  1. Hoje é o meu dia de sorte! Logo após conhecer um site compromissado com a transparência e a finalidade de informar e não formar opinião contrária a realidade atual, encontrei este logo em seguida; vou acompanhar a rotina deste canal. Excelente matéria.
    Nem sempre eu concordo com os nossos dicionários por isto em certas ocasiões crio um neologismo para expressar e ou definir a minha linha de pensamento. Uma das minhas contrariedades é não usar o termo crítica como um sinônimo de censura; visto que no viés ideológico; a censura é o ato de julgar desfavorável e ou contraditório, enquanto que a crítica é o meu ato de emitir um juízo de valor, isto é expor a minha linha de pensamento sobre o exposto no contexto.
    Por isto me privo de: “recorte do artigo [engolir calados o ludíbrio nativo da corrente dominante da imprensa] como fluxo principal. E adaptando a frase do Humberto Eco para o nosso contexto atual, digo que ‘A imprensa atual através dos seus principais canais de informações e também por intermédio das suas redes sociais está dando voz aos idiotas’.
    Ao invés de informar, desinforma; primando por gerar opinião controversa a fim de manipular mente dos analfabetos funcionais.

  2. Olá,
    gosto muito dos artigos publicados aqui. Seria muito bom se vocês colocassem hiperlinks conectando as notícias (de sites externos ou páginas internas) referenciadas no texto no meio do artigo.
    Assim ficaria mais fácil transitar entre as informações e ver as fontes.

    Muito obrigado!

  3. É UM BRAÇO DE FERRO ENTRE A MÍDIA LUCIFERISTA CONTRA A MÍDIA JEOVISTA.NESTE 2018 ESTAMOS VIVENCIANDO ISSO NA ERA DIGITAL E ESPACIAL, ONDE NADA MAIS FICARÁ EM OCULTO..QUEM ESTÁ VIVO ESTÁ VENDO.A VERDADE ELA SEMPRE FOI FILTRADA SABEMOS DISSO PELOS NOSSOS PAIS, ELES FAZENDO ISSO CRESCEMOS E FAZEMOS O MESMO QUE ELES…VERIFICAMOS QUE É NATURAL QUE O VEÍCULO INFORMADOR E REPORTADOR SE SINTA COMO OS NOSSOS PAIS, QUE DEVEM NOS IMPOR FILTROS…E QUE OUTROS FILTROS QUANDO APARECEM QUE TENTEM A SORTE, OU SEJA, HÁ UMA DISPUTA PRA VER QUEM TEM O MELHOR FILTRO PARA APRESENTAR…O GOVERNO TEM O SEU..OS PAIS O DELES, AS MÍDIAS FILTRO DELAS, A IGREJA FILTRO DELA..E SEGUE A DESINFORMAÇÃO GERAL..ISSO FOI ASSIM ATÉ QUE VEIO O W.W.W. – ENQUANTO O SISTEMA E SEUS FILTROS SEGUEM NA SUA ADMINISTRAÇÃO PATÉTICA EM ERA DIGITAL, AS REDES SOCIAIS VIRTUAIS VÃO TRIPUDIANDO E ESCARNECENDO DE TODO O SISTEMA MILENAR SECULAR ATUAL, AINDA PLENO DE GASTOS FILTROS DOS AINDA DONOS DA VERDADE…E CONHECEREMOS A VERDADE…A MÍDIA DOMINANTE ELA É ILUMINISTA LUCIFERISTA SIMPLES ASSIM.ELES ACREDITAM NELE LÚCIFER O PORTADOR DA LUX…URIA, E PRA ELE LÚCIFER É O SALVADOR DA CIVILIZAÇÃO ELITISTA DELES EM LENDA DE MEIA-VERDADE…A QUESTÃO É BEM OUTRA, OS FATOS DIZEM OUTRA REALIDADE; CADA CIVILIZAÇÃO TEM SEU PROGRAMA DE METAS E FICOU OSTENSIVO QUE DUAS SÃO BEM CLARAS UMA LUCIFERISTA COM FOCO NO CONTINENTE EUROPEU DOMINADO POR PARIS E OUTRAS CAPITAIS EUROPEIAS; E BEM OUTRA JEOVISTA SEGUIDA POR JERUSALÉM E AGORA 2018 POR DONALD TRUMP E LONDRES…CONSERVADORES E PROGRESSISTAS COMO ELES DIZEM..UMA NOVA FORMA DE GUERRA FRIA..ONDE ENFIM A QUESTÃO DAS – ORIGENS MAIORES ADÂMICAS – SERÃO EXPOSTAS..

  4. Parabéns! Estou feliz de assinar este Boletim e ficar bem informada. São bastidores da notícia que já sabemos, mas é bom encontrar quem pense igual. Sucesso!

  5. Não é fácil! O jornalismo, principalmente da Globo, perdeu a noção do que é jornalismo, e ainda não encontrou, não se refizeram do susto que foi a grande vitória do Bolsonaro!!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.