Redes Sociais

Artigo

Haja coração!

Pastor Jaaziel Marcelo

Publicado

em

Imagem: Divulgação | Conexão Política

Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida”. (Pv 4.23)

Os próximos dias serão decisivos para a vida de uma nação inteira. A história está acontecendo diante de nossos olhos. As gerações futuras estudarão o que aconteceu neste período. Eles terão acesso a vídeos, imagens, áudios sobre tudo o que está acontecendo durante o período pré-eleitoral de 2018.

Acredito que no futuro não teremos livros no formato que conhecemos, papel e tinta, impresso. A educação e suas ferramentas serão atualizados gradualmente. O processo educacional como um todo sofrerá mudanças radicais. Talvez a leitura seja algo obsoleto no futuro. Mas eu não dispenso uma boa e velha leitura.

Muitos vão saber sobre como o povo brasileiro comportou-se nestes dias. Verão que um grande risco à soberania nacional se aproximava. A esquerda engendrou seu plano de tomada de poder e falhou miseravelmente. Nem mesmo as famigeradas “fake news” conseguiram deter a onda conservadora que tomou conta do país.

Gostaria de aproveitar este ambiente e perguntar: como está o seu coração? Não estou falando da sua saúde cardíaca. No versículo acima, o coração refere-se ao nosso emocional, nosso sentimento. Pergunto pois a Palavra do Senhor, através da vida do mais sábio de todos os reis de Israel – Salomão, nos orienta a guardar o coração. O conselho é enfático: sobre tudo. Ou seja, prioritariamente.

O que vimos (e ainda estamos testemunhando) no ambiente político brasileiro nas últimas semanas é algo sem precedentes: tentativas de assassinato ( tanto física quanto da reputação) de um dos candidatos a presidente, mídias compradas, jornalismo fabricando falsas notícias, judiciário ativo politicamente, poder executivo envolvido em falcatruas, etc. Todos estes fatos podem mexer e talvez até abalar nosso emocional. O conselho da Palavra portanto é pertinente. Guarde seu coração.

Mas o que podemos fazer para “guardar o coração”? Deixe-me aprimorar (se possível for) o provérbio.

1) Evite as falsas notícias. Não permita que falácias agridam seus sentimentos gerando revolta, indignação, rebeldia. Fique longe de veículos de comunicação comprometidos. Procure fontes isentas, imparciais e independentes para informar-se.

2) Não propague o ódio nem dissemine a falsa informação. Assim como as falsas informações contaminam nossas emoções, não podemos transmitir isto para outras pessoas. Não seja um hospedeiro de mentiras nem vetor de fake news.

3) Não se envolva em debates que não acrescentam. Há muitos debates acontecendo na internet. Aliás, as chamadas “tretas” são as discussões que mais atraem a atenção. Alguns debates são muito interessantes e seus protagonizadores são respeitosos, educados e civilizados. Outros são totalmente inúteis pois não tem a intenção de acrescentar, somar, esclarecer mas difamar, ridicularizar e escarnecer. Lembre-se: não se assente na roda dos escarnecedores. (Salmo 1)

4) Ocupe o espaço do rancor com perdão e benevolência. A fé que possuimos deve ser racional e inteligente. Não podemos permitir que o rancor encontre um lugar reservado para ela em nosso coração. Antes devemos perdoar como o Pai nos perdoou e praticarmos a bondade. Eu sei que ser benevolente não é o mesmo que ser idiota ou capacho de agressores mas a bondade não encontra limites em nosso coração. Ter um coração bom nos impede de replicarmos comportamento agressivo e intolerante.

5) Finalmente, alegre-se. Um coração alegre sempre trará a esperança de um novo amanhecer após uma longa noite de trevas e tempestade. Não permita que sua indignação diante de tantos fatos estarrecedores produza tristeza no seu interior. No final, seja aqui ou na eternidade, o bem sempre vence o mal.

Que o seu coração esteja preparado para os melhores dias que teremos pela frente.

Shalom!

Publicidade
Deixe um comentário

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites