Redes Sociais

Artigo

Há viés político na investigação de Flávio Bolsonaro

Alexandre Pacheco

Publicado

em

Imagem: Divulgação | Conexão Política

99,999999% da internet acredita inocentemente que o Flávio Bolsonaro deve se submeter bovinamente a uma investigação do MP, sem tentar judicialmente impedi-la. Isso é infantilidade, e eu vou explicar o porquê.

Se estivéssemos diante de um cidadão comum, eventualmente a filosofia “quem não deve não teme” até poderia funcionar. Mas o Flavio é apenas o filho do Presidente e não é de qualquer Presidente: é do Presidente que está demitindo milhares de macacos velhos de Brasília e ameaçando reformar a Previdência dos servidores públicos contratados antes de 2003, que têm aposentadoria integral, mas que podem perder esse privilégio.

Abrir uma investigação contra Flavio é a chance perfeita para se investigar indiretamente o Presidente (cheque da Michelle ou o que mais aparecer com o Queiroz). Vão procurar pelo em ovo para tentar transformar o Presidente em um Temer e paralisar seu governo, como fez o Janot.

O risco de uso político dessa investigação é altíssimo, obviamente. Aconteceu isso com o Temer e está acontecendo isso hoje até mesmo com o Trump, nos Estados Unidos, que está sendo devassado violentamente sem motivo justo. 

Se o Flávio tem argumentos jurídicos para barrar a investigação deve usá-los todos, porque isso pode virar uma caça às bruxas, simplesmente por ser ele quem ele é. Seu caso nunca será investigado como se ele fosse um cidadão comum, com base na Constituição ou na lei.

E se o Flavio conseguiu uma liminar no STF, acreditem, é porque ele tem ao menos um princípio de razão. Esse STF é hostil aos Bolsonaros. Só sai liminar favorável ali para Bolsonaros se houver bons fundamentos.

Não sejam inocentes. Isso não tem nada a ver com a constituição, leis, direito ou Justiça.

E vejam como eu estou certo: no caso dos cheques da Michelle, que é um desdobramento do Queiroz e do Flavio, fizeram um escândalo antes de terminar a investigação. Se o propósito fosse de apurar apenas, sem uso político, isso não teria ocorrido.

Não podemos exigir submissão do Flavio e do Presidente. Eles têm que lutar. E até que apareçam provas, não podemos nos afrouxar e retirar apoio. Em uma briga, primeiro você ajuda o amigo a bater e se defende junto, para depois você ver quem é que está certo. Mas submissão jamais!

Um processo judicial tende a ser uma guerra simétrica. Mas processos judiciais politizados são palcos de guerra assimétrica, irregular. Jogo sujo.

O Olavo tem um vídeo dizendo que Watergate foi pretexto para derrubar Nixon. A JBS foi pretexto para derrubar Temer. E querem transformar o Queiroz em pretexto para derrubar Jair Bolsonaro. Não caiam nessa.

Professor, Palestrante e Consultor de Direito Empresarial e Tributário. Articulista no Portal InfoMoney.

Publicidade
14 Comentários

14 Comments

  1. Selma

    14.02.2019 at 20:56

    Nossa fico impressionada com os comentários!! Pensei que o “novo” governo queria justiça e acabar com a impunidade e agora vejo a defesa de não investigar um politico, porque é filho do presidente?! Mas investigaram o presidente anterior. Acho que não há problema algum, principalmente se ele for inocente. Onde fica a transparência e a justiça???

  2. carlos

    25.01.2019 at 15:36

    Há viés político na não investigação do Flávio. Não pode difamar o MP por cumpri seu papel. Flávio, por ser filho do presidente, terá mais visibilidade do que qualquer outro, isso é normal. Contudo, se ele é inocente e sabe disso, nada tem a temer uma investigação.

  3. carlos

    25.01.2019 at 15:32

    há viés político na não investigação do Flávio Bolsonaro.

  4. Roberto Jorge

    19.01.2019 at 19:07

    De pleno acordo. A Esquerda aparelhou a República avassaladoramente

  5. Dercilene Paes

    19.01.2019 at 11:56

    Essa história já acabou
    Isso é inveja da reputação dos Bolsonaros.
    O Flávio e nem o Queirós são da Laía dos esquerdistas que estavam no poder.
    Saia do pé deles.
    Vocês não vão conseguir manchar a reputação de ninguém.
    Caluniadores.
    Invejosos.
    Nogentos.
    Chegaaaaaaaa!
    Está enchendo o saco!
    #FlavioBolsonaroNaPresidencia do Senado

    • Roberto Werkhauser

      19.01.2019 at 13:29

      Não estamos dizendo que o Flávio é culpado. Estamos dizendo (e nós votamos e votariamos no Bolsonaro novamente) apenas é que a lei é para todos. Tudo deve ser investigado sem privilégios. Se é para continuar na mesma prefiro uma intervenção militar e o fechamento do congresso. Não temos ídolos sejam eles de esquerda ou de direita.

  6. Roberto Werkhauser

    19.01.2019 at 10:46

    Desonestidade não prescreve. O recado das urnas não foi. Bolsonaro acima de tudo. O recado foi: fora PT , Brasil acima de tudo e HONESTiDADE acima de tudo. Não se pode ter dois pesos e duas medidas. O exemplo deve vir de cima.

  7. Marcelo Arruda

    18.01.2019 at 22:55

    Mas que besteirol escrito

  8. Carlos

    18.01.2019 at 21:39

    Acredito que, a velha imprensa, ainda não entendeu o recado das urnas tao pouco, sabe respitar o resultado das eleições. É triste ver, nitidamente, a torcida por um fracasso do novo governo, fracasso este que resultaria na miséria da população que eles disputam audiência. E, certamente, o Haddad não teria vida facil tbm, pois o candidato preferido da imprensa podre era outro, quem sequer beliscou 5% da população…

  9. MARCIA

    18.01.2019 at 20:33

    Excelente análise! A esquerda é forte e resistente ao tempo porque seus integrantes são leais entre eles, praticam fielmente o “ninguém larga a mão de ninguém”, temos que aprender a exercer essa fidelidade até que se prove realmente o contrário.

  10. Silvana Regina daCunha

    18.01.2019 at 15:32

    Tem muito sentido o que voce fala. Com certeza è uma silada. Mas, se e Flavio pede o FORO Privilegiado nào è de certo modo admissào de culpa? quais sào as consequencias no meio politico e sobretudo no meio do eleitorado que confiava na nào necessidade do FP. para um familiar do Presidente ou para seu grupo de governo? Eu pensei que este privilegia ia ser extinto. Vou continuar trabalhando pro meu Presidente.

    • Marcelo

      18.01.2019 at 17:57

      É jogo de xadrez meu amigo!!! E eles ainda tem muito mais peças no tabuleiro… a desPTzacao ou desratização vai demorar muito e a mídia está totalmente dominada (como já proclamou Dirceu) !!! Né?

  11. José Claudio Santos de Jesus

    18.01.2019 at 13:28

    Seu pensamento é coerente! Até agora o melhor.
    O MP NUNCA serviu pra NADA! Na minha opinião tem que ser extinto!

  12. Tadeu Henrique Mascher

    18.01.2019 at 12:35

    FAZ TODO O SENTIDO!
    Por isso até o momento eu não desci o cacete em nenhum deles.

    Primeiro a estratégia e, depois, a estratégia direcionada. Visão de mundo e visão política.
    São 16 anos de patifaria e apenas 18 dias de novo governo. Devagar, ajeita-se.

    Obrigado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites