Redes Sociais

Análise

Como serão os conservadores do futuro? A síntese quimérica

Redação

Publicado

em

Como serão os conservadores do futuro? A síntese quimérica 16
Imagem: Reprodução / Internet

Ceticismo e prudência: duas das características principais do pensamento conservador. Meu lado cético tomba um pouco neste momento e deseja que tal análise esteja completamente errada; contudo, meu lado prudente não me conforta em nada, e me faz pensar mais um pouco sobre o futuro do pensamento conservador.

Parece que a síntese hegeliana é inevitável. Se até mesmo ideologias com doutrinas fortes acabam mudando com o passar do tempo e com o choque de pensamentos, culturas, etc… o que seria então de uma postura, de uma cosmovisão não ideológica como o conservadorismo? 

Em meio a todo esse choque de debates, costumes e posições, a questão que resta é: como pensará o conservador daqui 30 ou 50 anos? Quiçá menos. Sem querer ser escatológico. 

Recentemente vimos o vice presidente General Mourão praticamente defender o aborto. Há pouco ouvi de um conservador que não via problemas na liberação da maconha. E há conservadores no congresso que têm uma visão do estado ainda inchado, beirando o socialismo. É possível que ao passar do tempo apareçam pessoas ditas conservadoras que militem pelo casamento gay em igrejas, ou pelo gênero neutro em certidões de nascimento. 

Um fenômeno que observo, que talvez levará a esses outros que descrevo, é uma espécie de conservadorismo laico, um conservadorismo secular. Ou o conservadorismo volta para seus fundamentos religiosos ou andará manco. De duas uma: ou conservadores “legítimos” deixarão de se dizerem conservadores em algum tempo, ou criarão outro nome para os que “saírem da linha”.

Talvez o que possa ser feito para adiar a chegada dessa síntese quimérica é evitar mais o combate de ideias em pontos que já sabemos que não tem jeito de convencimento, não precisamos muito desse debate no momento. Precismos é agir e ganhar mais e mais espaço. Espaços que estão tomados por progressistas, sobretudo na imprensa e nos meios culturais.

O pensamento intelectual conservador a nível macro e popular ainda é muito escasso no Brasil. Todos os esforços dos conservadores devem ser direcionados a isso: restauração da cultura, antes que venha a repentina destruição. Que Deus no guie… e para que alguns conservadores laicos não se ofendam: que Burke os guie.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites