Redes Sociais

Colunistas

EUA: 6 milhões perdem emprego em uma semana; 10 milhões já pediram seguro desemprego em duas semanas

Guilherme L. Campos

Publicado

em

O número de americanos que pediram seguro desemprego subiu para mais de 6,6 milhões na semana passada, quebrando recorde pela segunda semana consecutiva à medida que mais estados e cidades determinam o fechamento do comércio e o isolamento de cidadãos em suas casas por causa do coronavírus chinês. Os novos números foram divulgados hoje (2) pelo Departamento de Trabalho.

Combinando com o relatório da semana passada, que mostrava 3,3 milhões de americanos aplicando para o auxílio desemprego, a economia dos EUA agora contabiliza quase 10 milhões de demissões só nas últimas duas semanas – excedendo em muito o valor de qualquer período correspondente.

Onda avassaladora

O tamanho da onda de demissões atual levou muitos economistas a prever até 20 milhões de empregos perdidos até o final de abril. Isso seria mais que o dobro dos 8,7 milhões de empregos perdidos durante a Grande Recessão. A taxa de desemprego pode chegar a 15% neste mês, acima do recorde anterior de 10,8% estabelecido durante uma profunda recessão de 1982.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Católico, Conservador, Correspondente Internacional, Observador Político e criador do 'Direto da América'. Atualmente vive no estado da Pensilvânia, Estados Unidos.

alan correa criação de sites