Redes Sociais

Coluna

A Câmara dos Deputados precisa votar a suspensão/cassação do mandato de Flordelis

Sargento Fahur

Publicado

em

Reprodução | Conexão Política

A deputada federal Flordelis, do PSD do Rio de Janeiro, foi indiciada como mandante/mentora do homicídio do seu marido, pastor Anderson do Carmo.

Várias pessoas foram presas por envolvimento no crime, inclusive filhos, filhas e neta da parlamentar, sendo que a mesma deixou de ser presa na mesma ação por ser deputada federal e gozar de imunidade parlamentar, só podendo ser presa em flagrante delito de crime inafiançável.

Convivi bastante com a citada deputada, bem como acompanhei todas as notícias e desdobramentos sobre o crime, e confesso que sempre acreditei que ela estava envolvida até o pescoço nessa morte. Orientado pela minha experiência de vida e experiência no combate ao crime, eu sempre desconfiei de suas evasivas e suas lágrimas, que pra mim, eram falsas.

Ela ainda não foi julgada, mas tudo se encaminha para que seja julgada e condenada, o que com a morosidade da Justiça e intermináveis recursos deve demorar bastante.

O mais importante neste momento é que seja aberto na Câmara dos Deputados um procedimento em que possamos votar a cassação ou suspensão de seu mandato, para que possa responder presa pelos graves crimes pelos quais é acusada e que existem fortes indícios de que tenha praticado.

Ainda no indiciamento da deputada Flordelis, a Polícia acusa a parlamentar de ser também mentora de envenenamento do pastor Anderson, além de outras tentativas frustradas de matá-lo.

Deus nos livre de uma desgraça dessas!

Deputado Federal, Policial Militar, ativista social e ex-integrante da Rota Ostensiva Tática Metropolitana. 35 anos correndo atrás de bandidos e traficantes.

alan correa criação de sites