Redes Sociais

Análise

O que Gilmar Mendes não contou e a imprensa não refutou

O Conexão Política checou a publicação do ministro do STF.

Redação

Publicado

em

Fernando Frazão | Agência Brasil

Conforme noticiado pelo Conexão Política, o ministro Gilmar Mendes foi ao Twitter nesta quinta-feira (23) para explanar os números do ‘balanço do dia’ que foram divulgados pelo Ministério da Saúde sobre a Covid-19 no país.

Gilmar escreveu:

“Hoje atingimos o recorde de mortes pela COVID-19: foram 407 óbitos. Já somamos mais de 3.300 mortos e nossa taxa de letalidade já atinge 6,7%. Esse cenário é totalmente incompatível com o fim do isolamento. A luta está só no começo. Fique em casa”.

Contudo, o que Gilmar Mendes não contou é que os números não são exatamente dessa forma relatada por ele.

Segundo os dados do próprio Ministério da Saúde, “dos 407 óbitos confirmados hoje [23] por COVID-19, 112 ocorreram nos últimos três dias e os demais (295) antes desse período”.

Logo, a postagem feita pelo ministro dá a entender que os 407 óbitos ocorreram no registro do dia 23 de abril, o que não é verdade.

Vale destacar que o ‘tweet’ de Gilmar foi feito às 23h28 de ontem, mas até o momento não teve uma errata ou qualquer explicação em que detalhe as informações reais.

Outro ponto questionável é que, até o fechamento desta matéria, nenhum veículo de comunicação questionou o equívoco na postagem de vossa excelência, somente o Conexão Política.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Conexão Política é um jornal digital inteiramente compromissado com a cobertura e análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | [email protected]

alan correa criação de sites