Redes Sociais

Análise

OPINIÃO: As agências de checagem já se pronunciaram sobre a falsa privatização do SUS?

É um questionamento sincero. Perguntar não ofende.

Marcos Rocha

Publicado

em

Reprodução

Fiz uma análise mais cedo em que destrincho a falácia da falsa privatização do Sistema Único de Saúde (SUS) e apresento dados, inclusive das gestões petistas, que atestam a participação – cada vez maior – da iniciativa privada na saúde brasileira.

LEIA:  Bolsonaro revoga decreto sobre parcerias entre UBS e setor privado

Ocorre que inúmeros jornais simplesmente ignoraram que o decreto nº 10.530/2020 previa apenas a realização de estudos e avaliação de parcerias com a iniciativa privada para a construção, a modernização e a operação de Unidades Básicas de Saúde (UBS) no país.

Vários veículos da imprensa noticiaram que a medida representaria “a privatização do SUS”, o que não é verdade do ponto de vista legal, principalmente se considerarmos que é impossível alterar o caráter público do sistema por meio de simples decreto presidencial.

Diante de toda essa repercussão, faço a pergunta: alguma agência de checagem já se pronunciou a respeito disso?

É que eles têm o costume de aplicar a etiqueta de “conteúdo falso” em muitas “desinformações”, então, certamente já se manifestaram, estou certo?

É um questionamento sincero.

Editor-chefe do Conexão Política; residente e natural de Campo Grande/MS | FALE COMIGO: [email protected]

alan correa criação de sites