Redes Sociais

Análise

Moro: “Essa ideia surge daquelas teorias da conspiração que servem para causar intriga”

O sistema mente, grita e esperneia, mas o pacto ‘Bolso-Moro’ segue firme e forte.

Redação

Publicado

em

Moro: “Essa ideia surge daquelas teorias da conspiração que servem para causar intriga” 18
Fabio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil

Ao longo dos últimos meses, em específico nos últimos dias, a extrema-imprensa tem  fomentado o cenário eleitoral de 2022.

Como noticiado pelo Conexão Política, a extrema-imprensa ainda não aceitou a vitória de Jair Bolsonaro, que foi eleito democraticamente por  57,7 milhões de brasileiros.

Deste modo, a redação da extrema-imprensa só fala em 2022.

Neste contexto, falsas narrativas ganham destaque:

1) De que Bolsonaro estaria sufocando Moro no combate à corrupção e ao crime organizado

2) De que Moro estaria insatisfeito com o Ministério e cogitando a possibilidade de abandonar o cargo

3) De que Moro estaria cogitando disputar o Palácio do Planalto nas próximas eleições

Teorias da conspiração

Em entrevista a jornalista Andréia Sadi, da GloboNews, o ministro negou qualquer planejamento de vir candidato em 2022.

Moro frisou que não pretende abandonar o Ministério e disse que seu objetivo é manter foco no MJSP e dar todo suporte ao presidente Jair Bolsonaro.

Questionado sobre pautas que envolvem ‘corrupção’, o ministro foi enfático.

“Eu assumi um compromisso com o presidente Bolsonaro contra a corrupção. Estou tentando realizar essa missão. E com certeza o presidente permanece firme com os compromissos que assumiu com o país.”

Ainda sobre 2022, Moro finalizou dizendo:

“De forma alguma. Eu não quero ser candidato de nada, não tenho o perfil. Minha missão é específica e técnica. Essa ideia surge daquelas teorias da conspiração que servem para causar intriga.”

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites