Redes Sociais

Análise

Big Brother Brasília

Alain Ibrahim

Publicado

em

A nação que um dia sequer sabia os nomes dos ministros de primeiro escalão da república mas que sabia em detalhes as cores das ceroulas dos participantes do famoso reality show da TV Globo definitivamente deixou de existir. Por mais que o interesse geral do cidadão brasileiro ainda seja improlífico no que diz respeito ao cotidiano das lideranças públicas nacionais, são notáveis os indicativos de crescimento orgânico da assimilação básica sobre a formatação e principalmente sobre a condução das políticas públicas do governo e do congresso por parte das pessoas comuns neste início de 2019. Sobretudo, é bastante significativa a percepção de que o eleitor mantem-se vigilante às propostas de campanha do presidente, e de forma organizada — ainda que uma organização meio desgraciosa, um tanto espalha-brasas — dentro dos núcleos de formação de opinião, algo atípico para a direita nacional.

No dia de ontem (27) a população foi surpreendida pelo despacho do DOU (Diário Oficial da União) constando a nomeação da militante progressista Ilona Szabó para integrar o Conselho Nacional de Política Penitenciária, admissão assinada e carimbada pelo ministro Sergio Moro. Szabó possui, entre outras peripécias, fortes ligações com a Open Society Foundations, pseudo-organização que o magnata George Soros utiliza para injetar bilhões de dólares nas ONG’s que sustentam o movimento socialista mundo afora. À vista disso, mas não obstante, o que me chamou mais atenção não foi nem a — no mínimo — ilógica nomeação de Ilona Szabó para integrar uma equipe que ali foi posta para implementar um arranjo para a segurança pública antagônico à tudo o que a militante defende abertamente, mas sim o apreciável fato de tão rapidamente o cidadão tomar conhecimento e posição sobre o assunto. Afinal, há 10 anos atrás, ou até menos, quem é que estaria verdadeiramente interessado na publicação do DOU sobre nomeação de integrante do Conselho Nacional de Política Penitenciária, em vésperas de Carnaval?

É evidente que devemos lograr a inegável responsabilidade do caráter viral que as notícias tem hoje em dia, principalmente em mídias sociais como o Twitter. Ainda assim, o que não falta é idiotização forçada para manter as mentes do cidadão comum muito bem doutrinadas. Afinal, Ronaldinho Gaúcho terá camarote exclusivo na Sapucaí. Portanto, mesmo diante do avanço em bloco das linhas de frente do exército esquerdista da mídia, uma parte considerável das pessoas demonstra louvável interesse sobre aspectos que poucos anos atrás não era possível visualizar no lugar comum do interesse popular.

Considero essa constatação um indicativo muito positivo para o futuro de médio e longo prazo da sociedade brasileira, pois, como não canso de repetir, o preço que se paga por não se interessar pela política é o de ser governado por seus inferiores.

Analista de mercado e política, escritor e ensaísta de filosofia.

Publicidade
5 Comentários

5 Comments

  1. ALVARINA TIANT

    01.03.2019 at 00:41

    Excelente artigo!! O exercício da cidadania está sendo realizado através das mídias sociais, que em breve derrubarão a mídia marrom tradicional e corrupta!

  2. Pingback: Big Brother Brasília - Conexão Política - Informando o Brasil

  3. joaowallig

    28.02.2019 at 18:39

    Extremamente preocupado, é dar força e voz aqueles que queriam a hegemonia da esquerda e acabar com a democracia. Não entendia ainda a nomeação. É o mesmo que abrir a porta para o assaltante achando que ele não vai te assaltar.

  4. Elisa Ivanicska

    28.02.2019 at 16:46

    A Hungria fez um plebiscito sobre se o povo concordava ou nao em expulsar um nativo , no caso george soros . O resultado foi pela expulsão e assim foi feito . Imagine um país empobrecido financeiramente como está a Hungria , decidir por expulsar o húngaro mais rico do planeta . Mas fizeram isso . O crápula foi expulso e agora a Hungria sofre pesadas sanções impostas pela União europeia, por pressão do george soros . Dito isso , imagine ter uma empregada do george soros DENTRO do ministerio da justiça. É o tipo de perigo desnecessário. Tanta gente boa de direita , patriota e capaz , pra quê dormir com o inimigo ?

  5. Ronaldo Rosario

    28.02.2019 at 16:23

    Parabéns! Artigo que faz uma leitura sobre a atual consciência política do povo brasileiro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites