Presidenciáveis 2018: Ciro Ferreira Gomes

Autor: Nenhum comentário Compartilhar:
Imagem: Reprodução.

Ciro Ferreira Gomes

Nascido em 15 de novembro de 1957, no Estado de São Paulo, é um político brasileiro e “começou” sua vida pública em 1982 quando filiando-se ao PDS foi eleito deputado estadual em 1983. No mesmo ano Ciro Gomes trocou o PDS pelo PMDB e em 1986 foi reeleito, novamente muda de sigla e seu novo partido foi o PSDB, em 1988 ganha a disputa para prefeito da Cidade de Fortaleza.

Em 1989 apoiou o candidato Mário Covas do PSDB para presidente, porém no segundo declara apoio para o candidato Luís Inácio Lula da Silva do PT, ambos perderam e o eleito para presidente naquele ano foi o candidato Fernando Collor de Mello.

Ciro assume o governo do Ceará em 1991, como governador assumiu uma posição política liberal, apoiando a criação de micro e pequenas empresas por todo o estado, fez um alto e notável investimento em saúde e educação, porém na área da segurança ficou estacionado. Com a ajuda de pequenas empreiteiras construiu um canal de 115 quilômetros que levava águas do Rio Jaguaribe até a capital cearense.

Após as denúncias de corrupção do governo Collor, Ciro Gomes fez uma dura oposição, apoiando o processo de renúncia.

Como parlamentarista, não poupou críticas ao PT por ter optado pelo presidencialismo, no qual o plebiscito realizado em 21 de abril de 1993 foi aprovado que o Parlamentarismo não seria o modo de governo no Brasil.

Em 1994 recebeu um convide, do presidente Itamar Franco para se tornar ministro da Fazenda, como ministro da fazendo extinguiu a cobrança do PIS/PASEP e do Cofins sobre as exportações.

Em 1998 foi candidato, para a disputa de presidente, porém ficou em terceiro lugar com 10,97%, perdendo para Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 31,71% e Fernando Henrique Cardoso (PSDB) com 53,06% dos votos.

Em 2002 perdeu novamente, para Lula (PT), José Serra (PSDB) e Anthony Garotinho (PSB), recebeu 11,97% dos votos.

Em 2003 Lula o convidou para ministro da Integração Nacional, ficou no cargo até 2006.

Em 2006 foi candidato para Deputado Federal, e na câmara foi aliado do PCdoB, fez falsa oposição para o PT.

Hoje, Ciro Gomes é um presidenciável, deputado federal e ideologicamente de centro-esquerda, seu provável partido para uma futura candidatura seria o PDT.

 

Post anterior

Escola Sem Partido é uma necessidade para o Brasil

Próximo post

Conexão Política – Nova Fase!

Você pode gostar também:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.