Boulos afirma que Bolsonaro deve ser tratado como criminoso

Autor: 1 comentário Compartilhar:

Foto: Futura Press

Em uma entrevista ao Estadão, o pré-candidato a presidência pelo PSOL, Guilherme Boulos, líder do MTST afirmou:

“Ele (Bolsonaro) não deve ser tratado como concorrente, mas como criminoso. Ele faz apologia ao estupro, defende tortura em meio ao Congresso Nacional, faz falas racistas. Se o Código Penal fosse levado a sério, Bolsonaro estaria preso e não candidato a presidente”.

Post anterior

A piada das instâncias judiciais brasileiras e os inúmeros recursos

Próximo post

Empresário diz ter pago R$ 5 milhões em propina para Álvaro Dias

Você pode gostar também:

1 comentário

  1. Sr Boulos, e o sr, devemos tratar como? Ou o sr e cego ou um perfeito em todos os sentidos IDIOTA. Quem e o sr mesmo? De que caminhão o sr caiu? Quer fama, faca por merecer e nao as custas de quem e famoso, bem ao contrario do sr. Alem de idiota e um burro de penas, nao presta atenção nas falas do Bolsonaro e tao pouco dos ideais que ele defende, diferente do sr que nao defende nada e nada fara pela nação assim como nada tem feito. Um conselho, volte a estudar que teu mal e a burrice. O sr incentiva invasões, depredações e violência, pois, e so isso que o MTST faz.

Deixe uma resposta